Últimas:
Escolas de Acolhimento e Respostas Sociais no Estado de Emergência – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Educação

Escolas de Acolhimento e Respostas Sociais no Estado de Emergência

Lista de escolas em Évora

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Covid -19 – Escolas de Acolhimento e Respostas Sociais

“Lista de escolas em Évora”

Face à evolução da situação epidemiológica em Portugal, onde o concelho de Évora não é exceção, foi necessário proceder, nos últimos dias, à ativação de vários mecanismos de resposta ao nível do apoio para os profissionais cuja mobilização ou prontidão para o combate à pandemia Covid-19 impossibilite que prestem assistência aos filhos menores de 12 anos.

À semelhança do que ocorreu em março de 2020, estão agora novamente definidos os estabelecimentos de ensino, creches, creches familiares ou amas que promovam o acolhimento dos filhos ou outros dependentes a cargo dos trabalhadores cuja mobilização ou prontidão para o serviço obste a que prestem assistência aos mesmos.

Assim, no concelho de Évora, ficou estabelecido que a Escola Básica André de Resende será a escola de referência, acolhendo as crianças provenientes dos quatro agrupamentos de escolas, e que as seguintes creches, pré-escolar, mais uma ama, estarão igualmente em funcionamento: Jardim Infantil Nossa Senhora da Piedade; Fundação Alentejo; CSP S. Brás – Equipamento S. Paulo; Cáritas Diocesana de Évora e CSP S. Brás – Equipamento S. João de Deus.

Educação

Campus Sul vai avançar com a Universidade de Évora.

Deverá ser oficialmente criado em setembro.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Campus Sul

“Vai avançar um consórcio entre 3 Universidades entre elas a de Évora”

São 3 universidades, a Universidade do Algarve, a Universidade de Évora e a Universidade Nova, que irão formar um consórcio.

Terá como objetivo fundamental a coesão territorial e a produção de conhecimento e inovação para o desenvolvimento sustentável do Sul.

O consórcio deverá ter 3 ‘linhas mestras’.

Vai trazer uma nova oferta letiva – licenciaturas em que os estudantes estarão um ano no Algarve, um ano em Évora e um ano em Lisboa.

Novas licenciaturas e novos mestrados, vai ter aquilo a que se chama novas formações conferentes de grau.

Mas também vai trazer novas atividades de capacitação da própria administração municipal, ou da administração regional, ou da administração pública a sul, e de diversas outras instituições que exercem atividade a sul.

E vai trazer centros de investigação aplicada sustentável assim como ter agendas colaborativas com os principais parceiros na área económica e na área da coesão regional com as três universidades, em que cada uma vai buscar o melhor que tem do seu conhecimento para apoiar o desenvolvimento do sul.

Em setembro o Campus Sul deverá ser criado.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!