Siga-nos

Sociedade

Entrada em Évora interrompida por doença ‘súbita’ de cavalo. População interroga comportamento da PSP.

Situação caricata provocada por animal que ‘puxava’ carroça em grupo de etnia cigana

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Uma situação caricata aconteceu numa das entradas da cidade de Évora.

Um cavalo de cor branca(russo) caiu ao chão quando vinha em andamento numa das entradas da cidade.

O animal caiu e terá ficado em ‘agonia’ durante algum tempo. O animal vinha inserido num grupo de elementos de étnica cigana e a situação obrigou ao corte de  trânsito durante algum tempo.

A PSP esteve no local mas não terá feito a identificação do proprietário do animal nem terá ‘pedido’ os documentos do mesmo. Segundo testemunhas os agentes da autoridade ‘limitaram-se a comandar o trânsito’.

Nas redes sociais esta e outras fotografias do animal caído em plena via estão a provocar muitos comentários. Os internautas colocam em causa o papel desempenhado pela própria PSP que ‘ se fosse um cidadão comum a interromper a estrada tinha problemas assim como são estes nada faz’, referem.

‘Onde está o PAN?’ foi outra questão levantada por alguns comentários.

 

 

Continuar a ler
Publicidade
3 Comentários

3
Deixe um comentário

avatar
700
3 Respostas ao comentários
0 Respostas
0 Seguidores
 
Comentários com mais reações
Comentários mais populares
3 Autores dos comentários
CarlosChico das BiasSónia Autores dos comentários mais recentes
mais recentes mais antigas mais votadas
Sónia
Visitante
Sónia

Doença súbita? Eu chamaria maus tratos ou seja puxar muito peso por muito tempo e comida nada… Assim se vê que com os animais não se faz nada. Por vezes é triste ser PORTUGUÊS…. Pobres animais ….Ninguém os protege.

Chico das Bias
Visitante
Chico das Bias

Pois mas o animal é um cavalo, o PAN só se liga a burros …

Carlos
Visitante
Carlos

A polícia têm medo da Ciganada, os tribunais protegem estes animais que não respeitam nada nem ninguém.

Autarquias

Navegar em segurança até ao Pomarão já no final de novembro

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A balizagem do canal de navegação do Guadiana, no troço internacional entre Alcoutim e Pomarão, no concelho de Mértola, estará concluída até final de novembro, permitindo a navegação diurna e noturna em segurança.

A informação foi partilhada na reunião dos parceiros do projeto Guad 20 “Guadiana: Património Natural Navegável”, do Programa de Cooperação Interreg V-A Portugal-Espanha 2014-2020, que estiveram, no dia 7 de novembro, reunidos no Centro de Interpretação do Pomarão.

Estiveram presentes na reunião técnicos da DGRM – Direção-Geral dos Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos, o Instituto Hidrográfico de Portugal (IHPT]) e aAgencia Pública de Puertos de Andalucía (APPA), assim como os presidentes das Câmaras Municipais de Mértola e Alcoutim e a Alcaidesa de El Granado (Espanha).

A próxima fase no restabelecimento das condições de navegabilidade no Guadiana será no troço exclusivamente nacional, entre Pomarão e Mértola.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Novembro 2019
S T Q Q S S D
« Out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul