Últimas:
Encontrado o primeiro ninho de Vespa Asiática em Portalegre – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Sociedade

Encontrado o primeiro ninho de Vespa Asiática em Portalegre

GNR detectou o ninho

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Foi encontrado o primeiro ninho de vespas asiáticas (velutina nigritorax) no concelho de Portalegre, no Barrocão – S. Julião.

” GNR detectou o ninho “

Após aviso das Equipas da GNR-SEPNA sobre a localização do ninho, deslocou-se ao local uma Equipa dos Serviços de Proteção Civil do Município de Portalegre, que procedeu de imediato à eliminação deste, que já se encontrava caído no chão.

Embora os Serviços de Proteção Civil Municipais estejam a acompanhar de perto a situação, e a colocar armadilhas para o combate à vespa velutina/asiática no concelho, alerta-se os munícipes para que se mantenham atentos, devendo informar as autoridades competentes sempre que sejam avistadas ninhos ou exemplares destes insetos.

Pela agressividade desta espécie, os cidadãos não devem tentar destruir ou remover os ninhos que identificarem. O primeiro gesto deve ser avisar a linha SOS Ambiente e Território, através do número 808 200 500 e preencher o formulário em http://stopvespa.icnf.pt/.

A vespa asiática ou velutina, é uma espécie asiática característica de regiões tropicais e subtropicais do norte da Índia ao leste da China, Indochina e ao arquipélago da Indonésia, sendo a sua existência reportada desde 2011, sobretudo na região norte de Portugal.

Justiça

Juiz Ivo Rosa levanta arresto da propriedade da ex mulher de Sócrates, em Montemor o Novo.

Em causa o Monte das Margaridas propriedade de Sofia Fava.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Arresto levantado ao Monte das Margaridas, em Montemor-o-Novo.

” Operação Marquês “

No despacho instrutório, proferido na sexta-feira, o juiz Ivo Rosa ordenou o levantamento imediato do arresto de vários bens imóveis dos arguidos, designadamente o Monte das Margaridas, em Montemor-o-Novo, adquirido pela ex-mulher de Sócrates Sofia Fava.

“Tendo em conta a decisão de não pronúncia relativamente aos crimes ora em causa, quanto aos saldos bancários apreendidos e bens imóveis arrestados, verifica-se que não existem indícios que as quantias e bens imóveis em causa são produto dos crimes de corrupção passiva de titular de cargo político imputados ao arguido José Sócrates”, lê-se no despacho.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!