Siga-nos

Agricultura

EDIA com capitais positivos de 40 milhões € em 2019

A EDIA pertence ao setor empresarial do Estado, sob a tutela do Ministério da Agricultura, e tem a missão de conceber, construir, explorar e promover o Empreendimento de Fins Múltiplos de Alqueva.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A EDIA – Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas do Alqueva fechou o ano de 2019 com capitais próprios positivos em cerca de 40 milhões de euros, revela o comunicado da empresa enviado à CMVM – Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

De acordo com esse documento, além deste reforço da situação patrimonial, a gestora do projeto de regadio do Alqueva assinala que os resultados financeiros da empresa apresentaram no ano passado uma melhoria de dois milhões de euros.

“O resultado líquido do exercício seguiu a mesma tendência, melhorando cerca de 1,3 milhões de euros, mantendo, contudo, ainda um valor negativo de 2,7 milhões de euros em virtude do peso dos resultados financeiros, imparidades do investimento e amortizações”, avança o referido comunicado.

A administração da EDIA explica esta situação com “a subida dos encargos com fornecimentos e serviços externos para 25 milhões de euros”, que “está relacionada essencialmente com as maiores necessidades energéticas associada ao grande aumento do volume de água bombeado pelas estações elevatórias do sistema”.

“A redução dos encargos financeiros continuou a trajetória positiva, fruto das baixas taxas de juro e da redução da dívida com aumentos de capital pelo acionista”, destaca a empresa liderada por José Pedro Salema.

O presidente do conselho de administração da empresa revela, em nota incluída no referido relatório e contas, que “o sucesso da componente hidroagrícola do projeto Alqueva é hoje completamente inequívoco”.

Agricultura

11 casos de Covid 19 em migrantes no Brejão

Populações estão preocupadas.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Casos estão a assustar as populações

“Aldeia de S.Miguel, Brejão, está em sobressalto”

São mais 11 casos de Covid 19 em migrantes que trabalham nas estufas do litoral alentejano.

Desta vez é na Aldeia de S.Miguel, Brejão, no concelho de Odemira.

A população está alarmada já que continua a assistir à movimentação de trabalhadores agrícolas.

Nesta altura mais 15 trabalhadores estão a aguardar o resultado do teste realizado.

Os migrantes estão em casas na aldeia e são alimentados pelos serviços da autarquia.

Continuar a ler

error: Content is protected !!