Siga-nos

Últimas

É alentejano e é um dos 30 melhores vinhos do Mundo.

Da lista da Vivino dos 30 melhores vinhos do mundo fazem também parte dois outros vinhos portugueses, um Porto de 1968 da Taylor’s e o Barca Velha de 1999. 

Avatar

Publicado

em

Com os vinhos portugueses cada vez mais a fazer o seu caminho de reconhecimento de valor, o vinho Pêra-Manca Tinto 2005, produzido pela Adega Cartuxa – Fundação Eugénio de Almeida, foi eleito um dos 30 melhores e mais desejados vinhos do mundo, conquistando um  destacado 9º lugar, na edição de 2019 do prestigiado Wine Style Award.

Pêra-Manca Tinto é um dos 30 melhores vinhos do mundo

Este prémio é também o reconhecimento das excecionais, distintas e até exclusivas características do Alentejo enquanto região vinícola, que a Fundação Eugénio de Almeida se orgulha de preservar em todos os seus vinhos.

A distinção foi feita pela Vivino, a mais importante e mais descarregada aplicação de vinhos do mundo e as suas escolhas são alimentadas por mais de 35 milhões de utilizadores.

No momento em que era anunciada a lista dos 30 melhores vinhos do mundo Heini Zachariassen, o fundador da Vivino, explicou: «Não importa o histórico ou as credenciais do apreciador, degustar um vinho incrível é uma experiência que não esquecemos com frequência, e esse momento de prazer é o que conseguimos comemorar hoje. A quinta edição dos Melhores Vinhos da Vivino, totalmente motivada por gostos, desgostos e pelas preferências de nossos 35 milhões de usuários, pelos seus 40 milhões de avaliações e 120 milhões de avaliações, homenageiam as adegas e os produtores que dão vida a esse momento de prazer. Desde o lançamento do Vivino Wine Style Awards há cinco anos, procuramos ajudar a capacitar a comunidade do vinho – especialistas e novos apreciadores – dando a todos voz para decidir os melhores vinhos do mundo».

Heini Zachariassen acrescentou ainda que, no caso da Vivino, «não há vinhos enviados pelos produtores, nem especialistas envolvidos. Todos os vinhos de todo o mundo têm a oportunidade de competir no Vivino Wine Style Awards e confiamos plenamente que a nossa comunidade de consumidores de vinho identificará os melhores dos melhores». 

Considerado como um dos prémios mais importantes para a indústria do vinho e para o público o Vivino Wine Style Awards (www.vivino.com) oferece uma visão única das tendências atuais e futuras do vinho, incluindo uma reflexão de minuto a minuto das preferências do consumidor sobre como o vinho é produzido e as suas características.

Segue a lista completa: 

Here’s Vivino’s list of the world’s top 30 wines. 

  • Scarecrow Napa Valley Cabernet Sauvignon 2015 ($695)
  • Domaine de La Romanée-Conti Burgundy Côte de Nuits Red 2000 ($4,500)
  • Soldera Tuscan Red 2006 ($475)
  • Château d’Yquem Bordeaux Sauternes 2001 ($800)
  • Taylor’s Portuguese Port 1968 ($250)
  • Domaine de La Romanée-Conti Burgundy Côte de Nuits Red 2011 ($2,999)
  • Viñedo Chadwick Chilean Cabernet Sauvignon 2014 (N/A)
  • Masseto Tuscan Red 2005 ($699)
  • Cartuxa Portuguese Alentejo Red 2005 (N/A)
  • Pétrus Bordeaux 2005 ($3,200)
  • Monteviejo Argentinian Malbec 2010 (N/A)
  • Casa Ferreirinha Portuguese Douro Red 1999 (N/A)
  • Hundred Acre Napa Valley Cabernet Sauvignon 2013 ($439)
  • Realm Napa Valley Bordeaux Blend 2013 (N/A)
  • Hundred Acre Napa Valley Cabernet Sauvignon 2012 ($479)
  • Palmaz Napa Valley Cabernet Sauvignon 2014 (N/A)
  • Vega Sicilia Spanish Ribera Del Duero Red 1995 ($480)
  • Château La Mission Haut-Brion Bordeaux Pessac-Léognan 1989 ($329)
  • Viña Cobos Argentinian Malbec 2013 (N/A)
  • Château Latour Bordeaux Pauillac 1982 ($2,500)
  • Viña Cobos Argentinian Cabernet Sauvignon – Malbec 2013 (N/A)
  • Marchesi Fumanelli Italian Amarone 2010 (N/A)
  • Casanova di Neri Italian Brunello 2010 ($320)
  • Château Margaux Bordeaux Margaux 2010 ($850)
  • Château Lafite Rothschild Bordeaux Pauillac 2003 ($1,299)
  • Frank Family Napa Valley Cabernet Sauvignon Patriarch 2014 ($225)
  • Joseph Phelps Napa Valley Bordeaux Blend 2002 ($229)
  • Krug French Champagne Vintage 1988 ($2,200)
  • Quintarelli Giuseppe Italian Amarone 2003 ($1,200)
  • Château Cheval Blanc Bordeaux Saint-Émilion 1990 ($1,000)

Pêra-Manca

A Fundação Eugénio de Almeida – Adega Cartuxa produziu o primeiro Pêra-Manca tinto, em 1990. O seu lançamento só ocorre em anos verdadeiramente excecionais. Desde então foram apenas produzidas mais treze colheitas, em 1991, 1994, 1995, 1997, 1998, 2001, 2003, 2005, 2007, 2008, 2010, 2011 e 2013. Este número é justificado pelo elevado grau de exigência na seleção das colheitas que só poderão ser, naturalmente, de excecional qualidade. 

Fundação Eugénio de Almeida 

A Fundação Eugénio de Almeida é hoje a concretização do sonho de um homem profundamente humanista, mecenático e filantrópico, Vasco Maria Eugénio de Almeida, que em 1963 a instituiu e a dotou dos meios necessários para concretizar a sua nobre missão: fazer mais pelas pessoas, para mais pessoas. É este legado. É essa a missão.

Nos seus mais de seis mil hectares de terra, com cada garrafa de vinho ou de azeite comercializado em todo o mundo, a Fundação Eugénio de Almeida produz e cria riqueza, acrescenta valor e liberta, assim, os meios para assegurar o trabalho que diariamente é desenvolvido no campo das artes e da cultura, da educação e do património, dos serviços educativos e sociais, da solidariedade e do voluntariado.

Adega Cartuxa

As uvas que atualmente resultam da produção obtida nos cerca de 600 hectares de vinha explorada, são vinificadas na moderna e sofisticada Adega Cartuxa – Monte Pinheiros, herdade que outrora foi centro de lavoura da Fundação Eugénio de Almeida e que hoje permite realizar uma efetiva capacidade de refrigeração, triagem da totalidade da uva à entrada na adega e movimentação e transferência de massas unicamente por gravidade.

A Adega Cartuxa – Quinta Valbom, antigo posto Jesuíta, onde já em 1776 funcionava um importante lagar de vinho, é desde 2007 o centro de estágio de vinhos e sede do Enoturismo Cartuxa.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Futebol

Ex atleta do Lusitano de Évora, agora no Coruña, foi o melhor marcador do Torneio Sinde’s Cup

Gonçalo Oliveira marcou 3 golos na partida da semi final e garantiu o trofeu de melhor marcador do torneio

TDS noticias

Publicado

em

Gonçalo Oliveira ex-atleta do Lusitano de Évora foi o melhor marcador aos serviço do Deportivo de La Coruña no Torneio Sinde’s Cup, disputado ontem.

O seu clube arrebatou a vitória no Torneio da pre época.

O atleta alentejano joga na equipa juvenil A do Coruña tendo goleado a Seleção de Ferrol-sub19, por um expressivo 7-0. Jogo a contar para a semi final da prova. Gonçalo Oliveira marcou 3 golos.

Na partida da final o Coruña venceu o RC Celta por 2-0 com o ex ‘lusitanista’ a ficar em branco.

Gonçalo Oliveira foi o melhor marcador com 3 golos seguido de Edu(Coruña) com 2.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Agosto 2019
S T Q Q S S D
« Jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul