Siga-nos

Agricultura

Dois novos blocos de rega em construção no Alqueva (vídeo)

Trata-se dos blocos de rega de Évora e o de Cuba-Odivelas, num total de perto de 6.000 hectares.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Teve início a construção de dois novos blocos de rega de Alqueva inseridos no projeto de expansão do Empreendimento no âmbito do Plano Nacional de Regadios.

Trata-se dos blocos de rega de Évora e o de Cuba-Odivelas, num total de perto de 6.000 hectares.

A área a beneficiar pelo Bloco de Rega de Évora, tem cerca de 3.000 ha, e está localizada no concelho de Évora, freguesias de Horta das Figueiras, Nossa Senhora de Machede e Torre de Coelheiros e está inserido no subsistema do Alqueva do Empreendimento de Fins Múltiplos do Alqueva.

Este bloco de rega será equipado com um reservatório semi escavado e impermeabilizado com tela e terá um volume útil de 50 mil m3; uma rede de rega com perto de 30 km; 25 hidrantes e 45 bocas de rega.

O bloco de rega de Cuba-Odivelas inserido no mesmo subsistema, desenvolve-se entre os Concelhos de Cuba, Alvito e Ferreira do Alentejo e ocupa uma área perto dos 2.800 hectares.

A tomada de água para o circuito hidráulico de Cuba-Odivelas localizar-se-á no Canal Alvito-Pisão, entre o adutor da Vidigueira e a derivação para o reservatório Cuba-Oeste. O bloco de rega de Cuba-Odivelas será equipado com uma rede de condutas com cerca de 34 km de extensão, 21 hidrantes e 40 bocas de rega.

Recorde-se que Alqueva já equipa cerca de 120 mil hectares com infraestruturas de rega, iniciando-se agora a segunda fase para instalação de mais cerca de 50 mil hectares, totalizando em 2023 um total de 170 mil hectares.

Esta expansão insere-se do Plano Nacional de Regadios.

Agricultura

Entrada em Portugal por Elvas muito condicionada por protesto de agricultores

Protestos alargam-se a toda a estremadura

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Foto: Grafismo jornal Hoy

Os agricultores de Espanha manifestam-se amanhã(18), logo pela manhã, com milhares de tratores em todo o país.

O acesso a Portugal, via A5, em Badajoz, deverá apresentar grandes dificuldades devido ao protesto que deverá acontecer junto ao centro comercial El Faro.

A organização agrícola Asaja Extremadura pediu a todos os empresários agrícolas para não irem  trabalhar e compareçam às mobilizações planeadas na região, com o corte autorizado de doze estradas e rodovias na Extremadura.

O objetivo é que, com esse intervalo “seja perceptível que todo o sector esteja unido num dia tão especial”, como será o 18 de fevereiro, “transformando-o num dia histórico, em solidariedade com a grave crise sofrida pelo sector, demonstrado de apoio a essas mobilizações“, destaca a Asaja Extremadura em comunicado à imprensa.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

Publicidade

Mais vistas

Copyright © 2020 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com 917278022