Siga-nos

Economia

Depois de Portugal a França. Motoristas podem parar após redução de vantagem fiscal no gasóleo.

Patrões podem perder de 500 a 800€/ano com a nova medida.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Um anúncio do governo irritou os ‘patrões’, em França.

Paralisação pode acontecer no próximo mês

Até agora, uma vantagem fiscal permitia que fossem reembolsados ​​por parte do TICPE (imposto de consumo interno sobre produtos energéticos) 18 cêntimos por litro de gasóleo.

Até agora os empresários recuperavam 18 cêntimos numa regalia fiscal sobre o gasóleo que o governo acaba de reduzir. A partir de agora, o valor não ultrapassa, segundo o governo, 16 cêntimos por litro.

Estima-se que as perdas sejam entre € 500 e € 800/ano por cada camião.

Uma das possibilidades passa por bloquear as estradas assim que o ano letivo começar.  Para as associações ambientais, o governo deverá ir mais além e eliminar completamente os benefícios para incentivar a transição ecológica.

Por seu turno, o governo pretende recuperar 140 milhões de euros, um envelope que será destinado ao desenvolvimento de infra-estruturas.

Economia

Em Elvas, ministro lamenta que durante décadas os governos tenham desinvestido na ferrovia.

A TDS acompanhou o governante na viagem às obras do troço já concluído entre Elvas e Caia. Veja o vídeo.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Foto e Imagens: TDS (direitos reservados)

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, lamentou esta segunda-feira o desinvestimento na ferrovia por parte dos sucessivos governos.

O governante afirmou que “ Não tenhamos problemas em dizer as coisas como elas são, durante décadas os sucessivos governos desinvestiram na ferrovia e investiram no automóvel. Felizmente nós temos agora um Governo que está novamente a investir na ferrovia, nós temos de assumir as coisas como elas são”, disse.

O ministro falou aos jornalistas, em Elvas, após a assinatura do auto de consignação da empreitada de construção do novo troço ferroviário entre Alandroal (Évora) e Elvas (Portalegre), uma obra que conta com um investimento superior a 130 milhões de euros, inserida no Corredor Internacional Sul.

A nova Linha de Évora terá uma extensão total de cerca de 100 quilómetros, 80 dos quais de construção nova. Ao longo do troço serão construídas 52 passagens superiores e inferiores à via férrea, 29 pontes e viadutos ferroviários e três estações técnicas.

A linha é constituída pelos sub-troços: Évora Norte/Freixo com 20,5 quilómetros de extensão, Freixo/Alandroal com 20,5 quilómetros e Alandroal/Elvas com 38,4 quilómetros.

A futura linha entre Évora e Elvas representa um investimento de cerca de 500 milhões de euros, comparticipado por fundos europeus.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Novembro 2019
S T Q Q S S D
« Out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul