Siga-nos

Autarquias

COVID-19: Évora mantém situação de não contágio comunitário.

Cemitérios abrem mas funerais continuam a só poder ter 15 pessoas. Complexo Desportivo Municipal e Circuito de Manutenção reabrem.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Foto: TDS (direitos reservados)

As Equipas de Coordenação e de Saúde e Segurança do Plano de Contingência Municipal de Évora reuniram para efetuar o ponto da situação sobre a pandemia no Concelho. Desta reunião saíram orientações gerais, ao nível da prestação dos serviços públicos e dirigidas ao funcionamento interno do Município.

“Covid-19 – Equipas de Coordenação e de Saúde e Segurança do Plano de Contingência Municipal fazem ponto de situação”

O Presidente do Município, Carlos Pinto de Sá, sublinhou que o Concelho de Évora mantém uma situação de não- contágio comunitário pela pandemia COVID-19 e que os casos ativos de infeção (19) são residuais. Além disso, o autarca realçou que o Município tem cumprido com êxito o Plano de Contingência delineado, não tendo existido trabalhadores infetados com o vírus até ao momento.

Foi referido que a primeira onda da pandemia tem tendência para diminuir, o que dependerá, em larga medida, do comportamento da população e do cumprimento, nomeadamente, da distância física, da desinfeção das mãos e do protocolo respiratório.

Foi abordada a possibilidade de existir uma segunda vaga da pandemia a partir de setembro, pelo que, assegurar proteções coletivas e, em complemento, proteções individuais (EPI), é também fundamental.

Em relação à prestação de serviços públicos pelo Município, as orientações vão no sentido de reiniciar o atendimento presencial com marcação prévia e implementar as barreiras acrílicas já adquiridas ou produzidas. Reabrirá, no final desta semana, parcialmente e com as restrições definidas na legislação, o Complexo Desportivo Municipal e o Circuito de Manutenção (Alto dos Cucos) e será preparada a reabertura do Jardim Público.

A edilidade vai também preparar a reabertura dos Jardins de Infância, garantindo os EPI que são da sua responsabilidade e de acordo com o previsto na legislação. Neste âmbito, a Segurança Social vai assegurar testes COVID-19 aos trabalhadores das Creches, os quais devem estar concluídos até 18 de maio.

Durante esta primeira fase de desconfinamento, a Autarquia, em conjunto com a Segurança Social e a Unidade de Rede, irá avaliar a necessidade de manter o Monte alentejano como espaço de acolhimento a pessoas sem-abrigo. Está ainda
previsto o apoio ao Hospital do Espírito Santo (HESE), garantindo os acessos ao quartel das Mesquitas (junto ao Teatro Garcia de Resende), para instalação de parte do serviço de consultas externas.

Quanto ao estacionamento tarifado, será implementada uma aplicação digital móvel (“app”) gratuita, fornecendo
alternativa ao uso dos parquímetros.

Foi decidida a reabertura dos cemitérios, com as restrições definidas na legislação, no dia 18 de Maio, sendo que os funerais mantêm o limite de 15 acompanhantes, exceto, se forem familiares (sem limite). Foi ainda decidida a reabertura dos acessos ao perímetro da barragem do Divor.

A Câmara Municipal de Évora apela à cooperação cívica de todos e reafirma a confiança de que, juntos, vamos
vencer este flagelo e retomar a vida normal e os caminhos do desenvolvimento.

Autarquias

Comporta já tem pré-tratamento de esgotos.

O investimento total neste novo sistema cifra-se em quase 2,9 milhões de euros.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Comporta já tem pré-tratamento de esgotos e nova ETAR permitirá reaproveitar águas

“Nova ETAR permite reaproveitar águas”

O presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, acompanhado pela vereadora Ana Soares, esteve ontem (22 de setembro 2020) de visita às instalações do novo Sistema de Tratamento de Águas Residuais – SAR da Comporta, obra que compreende uma Estação Elevatória – já concluída, e que iniciou ontem funções – de um Sistema Intercetor, de transporte de efluentes para a ETAR, e de uma Estação de Tratamento de Águas Residuais.

O investimento total neste novo sistema cifra-se em quase 2,9 milhões de euros, cofinanciados pela União Europeia através do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso dos Recursos (POSEUR), e cujas empreitadas estão adjudicadas à Ambiágua – Gestão de Equipamentos de Água, S.A. (Sistema Intercetor) e ao consórcio Domingos da Silva Teixeira, S.A/DTE, Instalações Especiais, S.A. (ETAR). Prevê-se que o SAR da Comporta esteja totalmente concluído no primeiro semestre de 2021.

Após a confirmação da previsão do fim dos trabalhos na primeira metade de 2021, o presidente da Câmara Municipal de Alcácer, Vítor Proença, afirmou que a construção do SAR da Comporta “é um motivo de grande satisfação para todo o Município de Alcácer, sendo também a concretização de um compromisso do Executivo Municipal e do próprio presidente da Câmara”.

Acrescentou depois que “toda a população da Comporta deve estar satisfeita com este novo passo”, sublinhando que naquele mesmo dia se deu “um passo muito grande na defesa do ambiente, com a entrada em funcionamento do sistema de pré-tratamento dos esgotos da Comporta”.

As novas instalações estão dimensionadas para tratar as águas residuais de uma população de cerca de 2.500 habitantes-equivalentes em época alta, podendo aumentar para mais de 5.000 habitantes.

Quando a ETAR estiver concluída, as águas residuais, depois do seu tratamento, vão ser reutilizadas em sistemas de rega na floresta da zona, facto pioneiro no Alentejo.

Continuar a ler
Publicidade
Publicidade

OUTRAS NOTÍCIAS

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Categorias

ARQUIVO

error: Content is protected !!