Siga-nos

Crime

COVID-19: Em 14 dias foram feitas 1871 denúncias, a maioria relacionada com pandemia

ASAE disponibiliza formulário para denúncias

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Atenta à crescente complexidade das áreas de intervenção inspetiva e fiscalizadora e enquanto órgão de polícia criminal, a Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) tem estado, desde o dia 12 de março, em constante supervisão e vigilância do comportamento do mercado no que se referem a facto(s) eventualmente ilícito(s) relacionados com a pandemia do COVID-19.

Quer em lojas físicas, quer em ambiente digital, a ASAE tem desencadeado, sempre que necessário, ações de inspeção para garantir que os produtos que estão no mercado cumprem os requisitos obrigatórios, garantindo a segurança dos consumidores e a concorrência leal entre operadores económicos.

Paralelamente, a ASAE tem rececionado inúmeras denúncias por parte de consumidores e de operadores económicos.

Entre os dias 12 a 26 de março foi recebido um total de 1871 denúncias, a maioria das quais relacionadas com a pandemia, designadamente com questões de alegada especulação de preços de bens necessários para a prevenção do COVID-19 (álcool, álcool-gel, desinfetantes), eventual açambarcamento de produtos, segurança alimentar, desobediência, saúde pública, entre outras.

A ASAE procedeu ao reencaminhamento das denúncias que são da competência de outras entidades.

Para uma resposta mais célere e eficaz ao contributo dos cidadãos e operadores económicos, foi disponibilizado um formulário para facilitar a comunicação de queixas e denúncias, que estejam relacionadas com facto(s) ilícito(s) relacionados com o COVID-19 e que está acessível AQUI

No âmbito das suas competências, a ASAE continuará a desenvolver ações de fiscalização de forma a verificar o cumprimento das obrigações legais e a assegurar a saúde pública, a segurança alimentar e a defesa do consumidor e da leal concorrência.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Crime

Homicídio em Beja. Corpo retirado da habitação.

Alegado homicida e vítima viviam na mesma casa.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Fotos: Carla Correia | TDS (direitos reservados)

Crime em Beja.

“Corpo de vítima retirado da casa em que vivia com o alegado homicida”

O crime aconteceu esta tarde, como a TDS noticiou (veja AQUI), na cidade de Beja.

Ambos os intervenientes viviam na mesma casa. O alegado homicida tem 59 anos e após ter desferido várias facadas na vítima colocou-se em fuga. Mais tarde veio a entregar-se na esquadra da PSP de Beja.

O corpo da vítima de 63 anos foi retirado da habitação cerca das 19h00.

Não são ainda conhecidos os motivos que levaram ao crime.

O alegado homicida deverá ser ouvido amanhã, por um juiz de instrução criminal, para decretar a medida de coação.

Homicídio em Beja. Homem matou outro homem.(fotos)

Continuar a ler

Copyright © 2020 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com Publicidade site | rádio: 917278022

error: Content is protected !!