Últimas:
COVID-19: Cada vez mais casos no Alentejo. Portalegre continua em branco. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Notícia TDS

COVID-19: Cada vez mais casos no Alentejo. Portalegre continua em branco.

No relatório da DGS são apenas apontados 8 casos em Évora e 5 em Grândola.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Estes são casos conhecidos alguns deles ainda não confirmados pelas autoridades de saúde (DGS). São resultado do cruzamento de informações de várias fontes.

Todos os casos estão a ser acompanhados pelos respectivos serviços de saúde. Nalguns casos os doentes infectados estão a recuperar em casa.

  • Homem residente em Évora e que esteve no Irão em trabalho. Está em casa a recuperar.
  • Homem que esteve num país da Europa a trabalhar. Reside em Évora e é aqui que está nesta altura. Está a recuperar em casa.
  • Homem com idade entre os 30 e os 40 anos, que reside e trabalha em Évora, e que esteve numa Estância de Ski em Espanha de férias. Este homem esteve incluído num grupo de amigos e familiares de cerca de 40 pessoas.
  • Homem familiar do caso anterior e que esteve igualmente de férias em Espanha fazendo parte do grupo de 40 pessoas.
  • Mulher de 69 anos familiar de um dos casos anterior.
  • Mulher de 42 anos, empresária, residente em Sines e que esteve no Dubai/Emirados Árabes Unidos. A própria divulgou estar infectada com COVID 19.
  • 5 Homens residentes em Grândola. São todos de nacionalidade Colombiana. Várias pessoas que habitam o prédio em que reside estão em quarentena com obrigatoriedade de estar em casa.
  • Homem, de 60 anos, construtor civil, em França, e que regressou a Portugal no último domingo. (caso importado) Reside em Almodôvar. Após contactar a Saúde 24 acabou por ir de forma isolada para o Hospital de Beja.
  • 2 Homens residentes em Alcácer do Sal de nacionalidade francesa. (caso importado) Trabalhadores no concelho.
  • Mulher , natural de Beja, que esteve recentemente na Argentina. Esteve a visitar uma feira agrícola com mais 45 pessoas incluindo o seu marido (aguarda resultados).
  • Homem de nacionalidade Indiana a viver em Cavaleiro, S.Teotónio-Odemira. Trata-se de um trabalhador agrícola. Mais 19 pessoas do grupo estão em quarentena obrigatória.
  • Mais 3 casos em Évora validados no Relatório da DGS. (5 já conhecidos + 3 agora validados. Total de 8)

Estes são casos identificados por várias fontes próximas do serviço de saúde mas não confirmadas oficialmente pela DGS.

Continuar a ler
Publicidade
2 Comentários

2
Deixe um comentário

avatar
700
2 Respostas ao comentários
0 Respostas
0 Seguidores
 
Comentários com mais reações
Comentários mais populares
2 Autores dos comentários
bataspurabataspura Autores dos comentários mais recentes
bataspura
Visitante
bataspura

Where Can I Buy Septra D S Online Trelvequerce cheapest cialis online Taugsgop Levitra 50 Mg

bataspura
Visitante
bataspura

Notícia TDS

Passadiços no Pulo do Lobo custam quase meio milhão de euros e alteram a imagem da encosta.

A obra é financiada por fundos comunitários. Veja imagens de drone.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

foto e vídeo: TDS (direitos reservados)

Câmara de Serpa investe mais de 460 mil euros na construção dos passadiços no Pulo do Lobo.

“Passadiços estão quase prontos”

A obra vai permitir descer a encosta e observar as várias espécies de flora e fauna em pleno Parque Natural do Vale do Guadiana.

“A criação dos passadiços do Pulo do Lobo decorre da estratégia de desenvolvimento traçada pela Câmara de Serpa, onde a salvaguarda e valorização do património são determinantes, neste caso do património natural”, referiu Tomé Pires, presidente da autarquia, acrescentando que os passadiços que estão a ser construídos pela encosta da margem esquerda do Guadiana e que se estendem até à queda de água vão “valorizar a paisagem, permitindo a circulação e acesso à margem do Rio Guadiana, nas imediações da cascata, através de estruturas [em madeira] de acesso exclusivamente pedonal e integradas no meio natural”.

Os 50 metros, íngremes, até à margem do rio vão poder ser feitos em segurança, através de uma escadaria em madeira, com cerca de 300 degraus.

Ao longo das escadas, a cada 18 degraus, existem patamares para descanso dos visitantes e que servem também como miradouros.

Os passadiços oferecem uma vista privilegiada para a cascata do Pulo do Lobo, uma queda de água situada no Rio Guadiana.

Formada pelas águas do Rio Guadiana, a cascata tem “águas claras e cristalinas” que formam “um mar de espuma pelo meio de umas montanhas rochosas”, desaguando depois num lago com águas calmas.

O Pulo do Lobo é também um lugar de lendas e histórias.

A mais conhecida dá conta de um “homem audaz ou um lobo acossado que poderiam transpor só com um salto o desnível estreito e natural”.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!