Últimas:
Corredor Internacional Sul avança com o subtroço Évora-Évora Norte. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Economia

Corredor Internacional Sul avança com o subtroço Évora-Évora Norte.

Mais de 86 milhões de euros na nova consignação.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Corredor Internacional Sul – Consignação da empreitada de construção do subtroço Évora – Évora Norte

“Nova Linha de Évora já está integralmente em fase de obra”

A Infraestruturas de Portugal consignou a empreitada de Via e Catenária entre Évora e Elvas/fronteira e de construção do subtroço entre Évora e Évora Norte, que integrará o Corredor Internacional Sul, criado no âmbito do programa de investimentos na expansão e modernização da Rede Ferroviária Nacional, Ferrovia2020.

Numa cerimónia realizada ao início da tarde de hoje na sede da IP, foi assinado o auto de consignação da obra, que foi adjudicada ao consórcio Somafel – Engenharia e Obras Ferroviárias, S.A., Teixeira Duarte – Engenharia e Construções S.A., MOTA-ENGIL, Engenharia e Construção, S.A. e MOTA-ENGIL Railway Engineering, S.A., pelo valor de 86.989.263,98 euros.

A assinatura do auto de consignação marca o início da empreitada que tem um prazo de execução de 935 dias.

O subtroço Évora – Évora Norte integra o traçado da nova Linha de Évora, com cerca de 100 quilómetros de extensão, dos quais 90 quilómetros são totalmente novos, entre esta cidade e a Linha do Leste.

Um empreendimento que, com o início desta empreitada, está agora integralmente em execução no terreno.

A empreitada consiste na construção das superestruturas de via e catenária entre Évora e Elvas/Fronteira, e construção civil (obra geral) do subtroço Évora – Évora Norte, na nova Linha de Évora, incluindo os seguintes trabalhos:

No troço Évora –Évora Norte:

Construção de um novo canal ferroviário, em variante à Linha de Évora, entre Évora (exclusive) e o quilómetro 121;

Modernização do atual traçado da Linha de Évora, entre o quilómetro 121 e Évora Norte;

Construção das instalações fixas de tração elétrica necessárias à eletrificação;

Construção das pontes ferroviárias de Xarrama, Degebe e Vale Figueira;

Construção de passagens desniveladas rodoviárias;

Instalação de infraestruturas necessárias à sinalização eletrónica, telecomunicações e GSM-R;

Instalação de torres/sites de GSM-R;

Instalação do sistema de retorno de corrente de tração e terras de proteção.

No troço Évora – Elvas/Fronteira:

Assentamento da superestrutura de via-férrea (balastro, travessas, carril, AMV), em via única, bitola ibérica (1668) entre Évora (exclusive) e a Linha do Leste, incluindo a designada Concordância de Elvas;

Assentamento da superestrutura de IFTE, entre Évora (exclusive), Elvas e a fronteira com Espanha, incluindo a designada Concordância de Elvas;

Construção de três estações técnicas.

O troço integra o novo canal ferroviário em construção entre Évora e a Linha do Leste, na ligação com a fronteira, criado numa lógica de desenvolvimento evolutivo das ligações ferroviárias a Espanha, no quadro da Rede Transeuropeias de Transportes (RTE-T) e da ligação ferroviária de mercadorias entre os portos portugueses e o resto da Europa, assegurando desde logo uma ligação de passageiros.

Serão igualmente criadas condições para a compatibilidade técnica e operacional na ligação aos troços adjacentes, e o cumprimento das disposições técnicas de interoperabilidade.

Economia

Manifesto de apoio ao corredor sudoeste ibérico vai ser assinado

Será assinado em Évora

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Assinatura de documento

“Manifesto é assinado em Évora “

Cientes da extrema importância do estabelecimento do CORREDOR SUDOESTE IBÉRICO, da sua rápida conclusão e operacionalização, os Presidentes da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDR Alentejo), António Ceia da Silva e da Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo (ADRAL), José Calixto, assinam no próximo dia 23 de julho, pelas 10.30h, nas instalações da CCDR Alentejo.

O Manifesto de apoio ao Corredor Sudoeste Ibérico, instando a União Europeia, a República Portuguesa, o Reino de Espanha e seus respetivos Governos a priorizarem a conexão entre as capitais ibéricas e a realizar todas as ações necessárias de forma a que entre em pleno funcionamento o CORREDOR SUDOESTE IBÉRICO, no sentido de impulsionar a transformação deste espaço como um novo eixo de desenvolvimento europeu.

O CORREDOR SUDOESTE IBÉRICO conta com o apoio de diversas entidades públicas e privadas, e mais recentemente dos Alcaldes de Madrid e Badajoz, que assinaram o Manifesto no passado mês de junho numa cerimónia que contou com a presença do Embaixador de Portugal, João Mira-Gomes.

No início de 2017, um grupo de empresas criou a plataforma “Extremadura en Red” com o objetivo de promover as ligações da região às redes ibéricas do século XXI. Prontamente emergiu o conceito do CORREDOR SUDOESTE IBÉRICO como uma potencial rede de fluxis interligados entre Lisboa/Sines e Madrid/Corredor Mediterrâneo e espalhada por todo o território.

É um conceito que gera interesse muito para além de cada um dos seus elementos, visto que cada uma destas redes tem a sua identidade e dinâmica própria devido às ligações entre partes, mas também nas ligações entre as suas diferentes redes e entre elas e o seu meio.

As conexões de cada parte não devem continuar a ser vistas como independentes, mas como pertencentes a todos os elementos que compõem a rede, para que todas se complementem, se cruzem e interajam, emergindo uma nova realidade muito mais complexa e dinâmica.

As redes da Extremadura, Alentejo, Castilla La Mancha, Setúbal, Algarve, Oeste da Andaluzia e Centro de Portugal interagem com as de Lisboa e Madrid, constituindo a rede do CORREDOR SUDOESTE IBÉRICO, as quais estão interligadas com as redes ibéricas, europeias e globais formando um todo.

Este processo conduziu ao estabelecimento de uma rede de empresas comprometidas com o projeto SUDOESTE IBÉRICO EM REDE e que, em cooperação com entidades públicas e privadas pretendem tornar o Corredor Sudoeste Ibérico uma realidade.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!