Siga-nos

Sociedade

Comissão de utentes do IC1 pede audiências

Em causa obras que não foram concluídas

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Pedido de audiências ao Ministério do Planeamento e Infraestruturas e à IP – Infraestruturas de Portugal, S.A

“Pedido de audiências ao Ministro do Planeamento “

A Comissão de Utentes do IC1 de Alcácer do Sal e Grândola vem desde a alguns anos a esta parte, a reivindicar um conjunto de intervenções no IC1 (N120 e N5), que visem melhorar, oferecer e garantir as necessárias condições de circulação e segurança aos milhares de utentes que por ali passam diariamente.

Durante anos foram muitas as formas de luta que esta Comissão de Utentes promoveu, com o propósito de se realizar obras urgentes de beneficiação no IC1, bem como, em outras infraestruturas rodoviárias do concelho.
Nesse sentido, para a Comissão de Utentes do IC1 a luta não terminou, pois ainda existe obra a realizar, falamos de:
• Intervenção no Troço do IC1(N5) entre Palma e Alcácer do Sal;
• Intervenção no Estrada N5 entre Alcácer do Sal e Torrão;
• Intervenção na Estrada N253 entre Alcácer do Sal e Comporta.

Por existir uma contínua ausência de respostas a estas intervenções que são necessárias, a Comissão de Utentes do IC1 de Alcácer do Sal e Grândola, decidiu solicitar, novamente, audiências Ministro das Infraestruturas e da Habitaçãoe à IP – Infraestruturas de Portugal, S.A. para esclarecimento das diversas questões.

Sociedade

Já conhece as novas medidas restritivas?

Conheça os concelhos que saiem da lista mais restritiva

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

“Novas medidas restritivas

Agora que o Estado de Emergência foi renovado até 8 de dezembro, com o presidente Marcelo Rebelo de Sousa a referir que esse estado pode ir sendo renovado durante o tempo que for necessário, os portugueses aguardavam, este sábado, dia 21 de novembro, pelas novas medidas restritivas. E já foram divulgadas.

Apesar do primeiro-ministro António Costa ter agradecido aos portugueses o esforço, não quis deixar de dizer que “o número de novos casos continua preocupante”.

Assim, foram divulgadas várias medidas que acabam por não diferir muito daquilo que já aconteceu nestes fins de semana.

Medidas:

  • Uso obrigatório da máscara no local de trabalho, exceto quando os postos de trabalho são isolados ou quando haja separação física entre diferentes postos.
  • Proibição de circulação entre concelhos entre as 23h de 27 de novembro e as 5h de 2 de dezembro; e entre as 23h de 4 de dezembro e as 5h de 9 de dezembro. O objetivo? Evitar a circulação de pessoas durante as pontes criadas por causa dos feriados de 1 e 8 de dezembro.
  • Entre 30 de novembro de 7 de dezembro estão suspensas as atividades letivas em todos os níveis de ensino. Nas mesmas datas há tolerância de ponto e o apelo a entidades privadas para dispensa de trabalhadores.
  • Saem 17 concelhos da lista de risco elevado: Aljustrel, Alvaiázere, Beja, Borba, Caldas da Rainha, Carrazeda de Ansiães, Ferreira do Alentejo, Fornos de Algodres, Golegã, Santa Comba Dão, São Brás de Alportel, Sousel, Tábua, Tavira, Vila Real de Santo António, Vila Velha de Ródão e Vila Flor;
  • Nos concelhos de risco elevado, isto é, onde existem mais de 240 casos por 100.000 habitantes, manter-se-á a proibição de circulação entre as 23h e as 5h.
  • No que toca aos concelhos de “risco muito elevado e extremamente elevado”, será proibida a circulação na via pública e é obrigatório o encerramento de estabelecimentos comerciais entre as 13h e as 5h. Esta medida em específico aplica-se aos sábados, domingos e feriados de 1 e 8 de dezembro. Nas vésperas dos feriados, os estabelecimentos comerciais têm de encerrar a partir das 15 horas.

Continuar a ler

error: Content is protected !!