Últimas:
Cidades do Vinho reúnem-se em Setúbal – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Últimas

Cidades do Vinho reúnem-se em Setúbal

II Concurso Cidades do Vinho, de 5 a 8 de maio

Publicado

em

II Concurso Cidades do Vinho

 Mais de três centenas de vinhos competem no II Concurso Cidades do Vinho, de 5 a 8 de maio, em Setúbal, a cidade selecionada para acolher este evento de características únicas que junta concelhos e produtores na promoção vinícola.

O certame, que decorre na Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, contempla o concurso, à porta fechada, em que um júri vai analisar e escolher os melhores vinhos nacionais, e um programa paralelo com iniciativas abertas ao público.

Estas atividades incluem, designadamente, workshops, provas de alguns dos vinhos a concurso e uma mostra de produtos da região.

Sessões intituladas “Ser júri por um dia” realizam-se nos dias 6 e 7, às 16h00, e a 8, às 15h00. Há também provas comentadas sobre os vinhos do dia, brancos e rosés, a 6, às 17h00, tintos, a 7, também às 17h00, e fortificados e espumantes, a 8, às 16h00.

O público dispõe ainda de workshops de iniciação à prova de vinhos nos dias 7 e 8, às 11h30.

As inscrições para as atividades devem ser feitas pelo endereço eletrónico gpe@mun-setubal.pt, sendo que a participação nas provas obriga à aquisição prévia de um copo no valor de dois euros.

A mostra “Setúbal à prova”, com exposição e venda de produtos regionais, de entrada gratuita, decorre nos dias 7 e 8, das 14h00 às 20h00.

Durante os quatro dias, em que se realiza o evento fica patente na Escola de Hotelaria e Turismo a exposição “Arte Contemporânea”, com esculturas concebidas pelo artista Pedro Marques, numa homenagem ao vinho.

O II Concurso Cidades do Vinho de avaliação dos melhores vinhos do país conta com um júri de 35 especialistas, presidido por António Ventura, enólogo com 40 anos de experiência, eleito Personalidade do Ano do Vinho de 2022 pela Revista de Vinhos.

O certame é único no país, ao promover os vinhos associados ao seu próprio território, juntando municípios e vitivinicultores nessa estratégia.

Organizado numa parceria entre a Associação de Municípios Portugueses do Vinho, a Associação das Rotas dos Vinhos de Portugal, a Câmara Municipal de Setúbal e a Escola de Hotelaria e Turismo, o concurso conta com o alto patrocínio da Presidência da República e o apoio institucional do Ministério da Agricultura.

Economia

II Energy & Climate Summit, em Sines.

Ao longo do próximo ano, o Projeto GUARDIÕES vai promover ainda três conferências, nomeadamente a 20 e 21 de outubro, em Beja, a 26 e 27 de janeiro 2023, em Évora, e a 22 e 23 abril 2023, em Portalegre.

Publicado

em

ENERGIA E FUNDO DE TRANSIÇÃO JUSTA DEBATIDOS EM SINES

Após o encerramento da central termoelétrica a carvão e o anúncio de novos investimentos sustentáveis, Sines recebe a II Energy & Climate Summit.

A iniciativa conta com a participação de João Galamba, Secretário de Estado do Ambiente e da Energia, e Isabel Ferreira, Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, para debater o tema da Energia e Fundo de Transição Justa.

Nos próximos dias 2 e 3 de junho realiza-se no Centro de Artes de Sines a conferência subordinada ao tema da Energia.

A iniciativa decorre no âmbito do Projeto GUARDIÕES, promovido pelo Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), em parceria com o Fórum da Energia e Clima (FEC) e com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Alentejo (CCDRA).

O evento conta com a presença de João Galamba, Secretário de Estado do Ambiente e da Energia, e Isabel Ferreira, Secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, bem como de diversos especialistas do setor privado e investigadores para debater as melhores práticas e as inovações nas áreas da energia solar e eólica, armazenamento de energia, hidrogénio e gases renováveis, e o fundo para a transição justa.

“O momento que vivemos, entre o fecho das centrais a carvão e a urgência de acelerar a penetração da energia solar, hidrogénio e gases renováveis é também um momento de grande potencial transformador para a economia portuguesa”, afirma Ricardo Campos, Presidente Fórum da Energia e Clima.

De acordo com o responsável, “estamos finalmente a aproveitar a posição geoestratégica de Sines e de Portugal, onde com energia renovável e mais barata podemos atrair investimento e criar um novo ecossistema de inovação, de especialização em indústrias de economia verde, de fixação de emprego e de crescimento do PIB do nosso país.

Sines pode ser uma nova capital de desenvolvimento do país”, sendo por isso importante “também criar projetos-piloto que estimulem a criação de novos serviços e empresas com uma ligação profunda com o sistema de ensino e conhecimento”.

Para Luis Loures, presidente do Instituto Politécnico de Portalegre, “esta segunda conferência adquire uma relevância determinante no contexto da alterações climáticas, transição enérgica e da descarbonizarão, sendo que a sua realização em Sines conta com a participação ativa do Politécnico de Portalegre, instituição de ensino, investigação e formação, que ao longo das últimas décadas tem vindo a trabalhar sobre estas temáticas, contribuindo ativamente para a definição de soluções para os desafios que as novas gerações e o planeta exigem”.

O responsável acrescenta ainda que “esta conferência, além dos aspetos da transição energética, centra-se também no debate do Fundo para a Transição Justa, o que permitirá focar a atenção das instituições regionais e nacionais em torno de temáticas cruciais ao nível do desenvolvimento sustentável da região Alentejo”.

Ao longo do próximo ano, o Projeto GUARDIÕES vai promover ainda três conferências, nomeadamente a 20 e 21 de outubro, em Beja, a 26 e 27 de janeiro 2023, em Évora, e a 22 e 23 abril 2023, em Portalegre.

Continuar a ler

Agenda

Rota das Tascas regressa a Grândola

Arranca a 4 de junho com petiscos à mesa e muita animação musical.

Publicado

em

Rota das Tabernas

Começa a 4 de junho com petiscos à mesa e muita animação musical

A 26ª edição da iniciativa, interrompida nos últimos dois anos devido às restrições impostas pela pandemia da Covid 19, vai decorrer aos fins de semana de 4 a 25 de junho, em cinco tabernas do nosso concelho.

O evento promovido pelo Município de Grândola tem início no dia 4, na Casa Mostra de Produtos Endógenos, onde serão servidos coelho à São Silvestre, cogumelos com Vinho do Porto, salada de polvo, miolos com carne de vinha d’alhos e uma açorda surpresa.

No dia 9, a Rota segue para a Aldeia Mineira do Lousal.

O Café da Mina apresenta duas sugestões de pão torrado: com tomate e orégãos ou com manteiga e alho; cogumelos salteados com alecrim, queijos e enchidos, linguiça assada, pastéis de bacalhau, e cachola de borrego.

No dia 10, é a vez de A Venda, na Silha do Pascoal, receber o evento.

Em cima da mesa vão estar cachola de porco, açorda de beldroegas e javali.

No dia 11 de junho, a Taberna dos Mosqueirões volta a abrir as suas portas para mais uma noite de convívio à mesa.

Torresmos do rissol, bacalhau assado com pimentos, carne de porco com grão e frango em molho são as sugestões desta taberna.

O Café Ruas, em Azinheira dos Barros, é a taberna anfitriã no dia 18.

Da ementa fazem parte: orelha de coentrada, torresmos do rissol, salada de polvo, choco frito e carne de porco com miolos fingidos.

A Rota das Tabernas termina no dia 25 de junho nas Sobreiras Altas. Aderente do evento nas últimas edições, A Taberna apresenta na sua ementa: torresmos, carnes de coentrada, sopa de cação e galinha acerejada com migas de batata.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!