Últimas:
Carta da Mobilidade Júnior para crianças entre os 5 e os 15 anos – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Educação

Carta da Mobilidade Júnior para crianças entre os 5 e os 15 anos

Pretende aumentar a sua segurança nas estradas, seja a pé, de skate, trotinete ou autocarro.

Publicado

em

Deco Proteste cria formação para aumentar segurança das crianças nas estradas

“Carta da Mobilidade Júnior”

A Carta da Mobilidade Júnior destina-se a crianças e jovens entre os cinco e os quinze anos e pretende aumentar a sua segurança nas estradas, seja a pé, de skate, trotinete ou autocarro.

A DECO PROTESTE, organização de defesa do consumidor, criou uma formação online para promover os comportamentos seguros das crianças e jovens nas estradas portuguesas.

Seja a pé, de skate, de trotinete ou de autocarro, os mais novos podem agora aprender quais as regras a cumprir quando dividem as ruas com os adultos.

O novo curso da DECO PROTESTE, disponível no seu portal da mobilidade, foi concebido sobretudo em resposta ao número de acidentes com velocípedes, o qual aumentou 21,9% entre Agosto de 2020 e Agosto de 2021.

Alexandre Marvão, Team Leader de Mobilidade da DECO PROTESTE, afirma que “a prevenção rodoviária é um tema de extrema importância, sobretudo em cidades grandes onde o fluxo de transportes é muito grande e complexo. Tal como explica Alexandre Marvão, “este curso foi concebido a pensar nas necessidades das crianças e dos jovens e no envolvimento dos pais e tutores numa questão primordial para a educação e segurança dos mais novos, estimulando a sua autonomia e confiança”. 

Os conteúdos disponíveis têm em consideração as três fases distintas da juventude, com temas específicos para cada faixa etária. Os mais pequenos, com idades compreendidas entre os três e os cinco anos, terão oportunidade de aprender sobre sinais básicos de trânsito, comportamento no carro ou autocarro, a segurança do peão e mobilidade autónoma. Por sua vez, as crianças entre os seis e os dez anos terão acesso aos mesmos conteúdos, acrescentando-se o uso de ciclovias e as regras de condução de bicicletas. Já os mais crescidos, com idades entre os onze os quinze anos, poderão aprender sobre  condução segura, regras de condução de velocípedes e utilização autónoma de transportes coletivos.

A par das competências adquiridas, todos os alunos terão acesso a um diploma comprovativo e podem receber também a Carta de Mobilidade Júnior, com o nível de aptidão correspondente.

Continuar a ler
Publicidade

Educação

Portões abertos mas escolas sem aulas

Cenário igual em toda a região

Publicado

em

Foto TDS: Escola Básica Manuel Ferreira Patrício

Greve da função pública

Escolas a ‘meio gás’

Os portões estão abertos mas os alunos não estão.

Só os funcionários que não aderiram à greve estão nas escolas.

O cenário é este em todo o Alentejo.

Praticamente em todos os agrupamentos existem escolas sem funcionar.

Muitos dirigentes sindicais e funcionários vão participar na manifestação em Lisboa.

Continuar a ler

Educação

Cantina de escola em Évora deixa de funcionar devido a casos de covid-19

Vários professores e assistentes operacionais infetados

Publicado

em

Os alunos da escola Conde de Vivalva em Évora vão ficar sem refeitório já a partir de amanhã e por tempo indeterminado devido a vários casos de covid-19 entre funcionários do estabelecimento de ensino.

Para além de casos positivos em auxiliares e assistentes técnicos há também professores com teste positivo à covid-19 o que leva a constrangimentos também no que diz respeito às aulas. 

A Escola Básica Conde de Vilalva, iniciou a sua atividade em 1993, e situa-se no Bairro do Bacelo, em Évora.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!