Últimas:
Carrinha dos serviços prisionais avaria na A2 junto a Messejana e adia julgamento. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Justiça

Carrinha dos serviços prisionais avaria na A2 junto a Messejana e adia julgamento.

Julgamento das mulheres acusadas da morte e desmembramento do corpo de um jovem no Algarve

Foto: TDS (direitos reservados)
Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A2 – Zona de Messejana, Aljustrel

“Avaria de carrinha provocou adiamento de julgamento”

A carrinha dos serviços prisionais que transportava uma das arguidas e que avariou na A2, perto de Messejana, obrigou ao adiamento da sessão do julgamento das mulheres acusadas da morte e desmembramento do corpo de um jovem no Algarve.

A audiência, marcada para as 9.15 horas desta segunda-feira no Tribunal de Portimão, foi reagendada para dia 24, altura em que deverão ser feitas as alegações finais.

A avaria ocorreu durante a viagem desde o Estabelecimento Prisional de Tires para o Algarve.

As arguidas que estavam a ser transportadas em duas carrinhas acabaram por regressar ao Estabelecimento Prisional de Tires.

Crime

Material informático furtado foi recuperado pala GNR

Homem de 27 anos foi identificado.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Vendas Novas – Recuperação de material informático furtado

O Comando Territorial de Évora, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Montemor-o-Novo, hoje, recuperou diverso material informático furtado num estabelecimento comercial, em Vendas Novas.
Na sequência de uma denúncia relacionada com um furto de diverso material informático num estabelecimento comercial.

Os militares da Guarda levaram a cabo diligências policiais que permitiram dar cumprimento a um mandado de busca domiciliária, que culminou com a apreensão de diverso material furtado, destacando-se:

  • Uma lanterna;
  • Uma bolsa de transporte para computador portátil;
  • Um teclado;
  • Três ratos óticos;
  • Um disco externo;
  • Quatro carregadores universais;
  • Diversos cabos de ligação.

Os artigos apreendidos foram devolvidos ao legítimo proprietário.

Foi identificado um homem de 27 anos e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Montemor-o-Novo.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!