Últimas:
Carlos Figueira expõe “Janelas do Alentejo” em Alcáçovas. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Agenda

Carlos Figueira expõe “Janelas do Alentejo” em Alcáçovas.

O Paço dos Henriques, acolhe de 19 de junho a 23 de agosto, a Exposição.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

O Paço dos Henriques, em Alcáçovas, acolhe de 19 de junho a 23 de agosto, a Exposição “Janelas do Alentejo”, um projeto de Carlos Figueira.

“Carlos Figueira expõe “Janelas do Alentejo” no Paço dos Henriques”

A exposição surge no âmbito do projeto com o mesmo nome que teve início em 1993 e, é hoje, uma marca registada que pretende divulgar o património alentejano, através da interpretação de elementos arquitetónicos e outros.

As 40 peças em exposição, réplicas ou interpretações dos elementos originais, são feitas à mão com recurso a técnicas artesanais.

Natural de São Miguel de Machede, no concelho de Évora, Carlos Figueira, professor aposentado de educação visual e tecnológica, considera as Janelas do Alentejo um “portal de acesso à memória cultural de um povo rico em tradições”.

A exposição, promovida pelo Município de Viana do  Alentejo, pode ser visitada de terça-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

Agenda

Música nas aldeias de Alcácer do Sal para ‘desdramatizar’ confinamento.

A atividade prolonga-se até ao dia 1 de maio de 2021.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Câmara Municipal inicia intervenção sociocultural dirigida a aldeias e lares do concelho

 ” Iniciativa já começou “

O Município de Alcácer do Sal, em parceria com a Associação Cultural Espiral Sonora, iniciou a iniciativa “Tempos e Contra Tempos”.

Pretende-se desdramatizar o processo de confinamento e de quarentena profilática nas residências, aldeias e lares de idosos no concelho de Alcácer do Sal.

A ideia é ajudar no  processo de confinamento e de quarentena e ajudando os idosos e toda a população a aceitar a sua própria situação, utilizando o riso e a música como estímulo libertador de tensões e devolvendo-lhes a condição de humanidade através dos afetos, emoções e do bem estar mental.

A atividade prolonga-se até ao dia 1 de maio de 2021.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!