Siga-nos

Economia

Camionistas ‘fura greves’ mostram recibos de ordenado e garantem que não aderem ao protesto (veja recibo)

Nas redes sociais, essencialmente nas páginas dirigidas aos camionistas, são muitos os que garantem não aderir ao protesto de dia 12

TDS noticias

Publicado

em

Camionistas exibem folha de ordenado e dizem ser ‘bem pagos’

Governo tentou esta segunda feira aproximar as partes

Alguns camionistas estão contra o protesto de 2ªfeira e afirmam que os valores que estão a ser pagos ‘não são assim tão baixos’ e adiantam que ‘não irei fazer greve’.  Os comentários deste género acontecem em vários sites dirigidos aos camionistas e merecem o ‘lamento’ de muitos outros que tem o protesto como ‘ a única hipótese de luta pelos nossos direitos’. Entre ofensas de parte a aparte existem mesmo camionistas que exibem a sua folha de ordenado (ver imagem na TDS)

Entretanto o Ministério das Infraestruturas propôs esta segunda-feira aos sindicatos representativos dos motoristas a possibilidade de ser desencadeado “um mecanismo legal de mediação”, que obriga patrões e sindicatos a negociar e que permite que a greve seja desconvocada.
O Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas (SNMMP) e o Sindicato Independente dos Motoristas de Mercadorias (SIMM) estiveram reunidos, em Lisboa, com o ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos.

(foto publicada no facebook pessoal do camionista autor do recibo)

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Economia

Em Elvas, ministro lamenta que durante décadas os governos tenham desinvestido na ferrovia.

A TDS acompanhou o governante na viagem às obras do troço já concluído entre Elvas e Caia. Veja o vídeo.

TDS noticias

Publicado

em

Foto e Imagens: TDS (direitos reservados)

O ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, lamentou esta segunda-feira o desinvestimento na ferrovia por parte dos sucessivos governos.

O governante afirmou que “ Não tenhamos problemas em dizer as coisas como elas são, durante décadas os sucessivos governos desinvestiram na ferrovia e investiram no automóvel. Felizmente nós temos agora um Governo que está novamente a investir na ferrovia, nós temos de assumir as coisas como elas são”, disse.

O ministro falou aos jornalistas, em Elvas, após a assinatura do auto de consignação da empreitada de construção do novo troço ferroviário entre Alandroal (Évora) e Elvas (Portalegre), uma obra que conta com um investimento superior a 130 milhões de euros, inserida no Corredor Internacional Sul.

A nova Linha de Évora terá uma extensão total de cerca de 100 quilómetros, 80 dos quais de construção nova. Ao longo do troço serão construídas 52 passagens superiores e inferiores à via férrea, 29 pontes e viadutos ferroviários e três estações técnicas.

A linha é constituída pelos sub-troços: Évora Norte/Freixo com 20,5 quilómetros de extensão, Freixo/Alandroal com 20,5 quilómetros e Alandroal/Elvas com 38,4 quilómetros.

A futura linha entre Évora e Elvas representa um investimento de cerca de 500 milhões de euros, comparticipado por fundos europeus.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Novembro 2019
S T Q Q S S D
« Out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul