Últimas:
Câmara Municipal de Évora apresenta 3º Boletim de “A CIDADE DE ÉVORA” – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Sociedade

Câmara Municipal de Évora apresenta 3º Boletim de “A CIDADE DE ÉVORA”

Lançamento do Boletim acontece dia 16 de setembro

Ana Catarina Ventura

Publicado

em

Imagem: Câmara Municipal de Évora

Será o boletim nº 3 da “A CIDADE DE ÉVORA”

“As temáticas publicadas incidem no âmbito das Ciências Sociais e na sua relação com o estudo patrimonial”

Está agendado para amanhã, dia 16 de setembro, às 18h, o lançamento público do n.º 3, III Série, do Boletim de
Cultura “A CIDADE DE ÉVORA”, que acontece no Salão Nobre dos Paços do Concelho, na Câmara Municipal de
Évora. A sessão conta com as intervenções de Artur Goulart (ex-Diretor do Museu de Évora), pelo Conselho Editorial e de Antónia Fialho Conde (Departamento de História da UE/CIDEHUS), pelo Conselho Científico.

O novo número desta publicação da Câmara Municipal de Évora inclui comunicações no âmbito de três grandes áreas temáticas: Património Cultural material, imaterial e bibliográfico; Instituições e associações; e História, Arquitetura e Arqueologia. Este Boletim inclui, também, uma separata dedicada ao centenário da Escola Secundária Gabriel Pereira, entretanto já editada.

Desde a edição do seu primeiro número, em dezembro de 1942 (tendo, então, António Bartolomeu Gromicho como diretor e, Túlio Espanca, como editor), o Boletim A Cidade de Évora assume-se como uma publicação cujos princípios orientadores assentam no estudo e divulgação do património histórico, cultural e edificado de Évora, contribuindo para o conhecimento, reflexão e preservação da identidade cultural da cidade e da região.

Genericamente, as temáticas publicadas incidem, particularmente, no âmbito das Ciências Sociais e na sua relação com o estudo patrimonial, em particular, incidindo em estudos sobre História, História de Arte e investigação nas áreas da Antropologia, Sociologia e Literatura, publicando-se, também, numa perspetiva interdisciplinar, estudos em áreas científicas distintas quando relacionados com a temática da revista.

Saúde

Barrancos, o concelho do país com risco mais elevado.

Covid 19

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Barrancos

“Risco extremamente elevado”

Barrancos é agora o único concelho do país em risco extremamente elevado de Covid-19, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O concelho alentejano regista uma incidência cumulativa a duas semanas de 1.171 casos de Covid-19 por 100 mil habitantes.

Portugal tem sete concelhos com risco muito elevado, ou seja, entre 480 e 959,9 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias.

Concelhos com risco muito elevado:

Albufeira (489), Alcoutim (674), Celorico da Beira (519), Penela (594), Póvoa de Lanhoso (489), São Brás de Alportel (501) e Vidigueira (566).

Concelhos em risco elevado:

Aljustrel, Amares, Beja, Boticas, Cabeceiras de Basto, Covilhã, Fafe, Lagoa (Algarve), Lagos, Loulé, Monchique, Montalegre, Portel, Portimão, Rio Maior, Serpa, Silves, Valpaços e Vila Nova de Foz Côa.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!