Siga-nos

Autarquias

Expansão da zona industrial de Sines vai criar 430 postos de trabalho

Atualmente, a ZIL II dispõe de 472 lotes, com uma taxa de ocupação de 99%, havendo vários investimentos em lista de espera.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A Câmara Municipal de Sines abriu um concurso público para execução da empreitada de expansão nascente da ZIL II – Zona de Indústria Ligeira.

A empreitada, com um preço-base de 1,3 milhões de euros, tem como objetivo criar condições para receber mais 43 empresas na principal zona sob gestão municipal para acolhimento de atividades económicas.

Com a operação de expansão nascente da ZIL II, o município pretende dar resposta aos empresários que desejam instalar-se em Sines, numa área que beneficia da proximidade quer ao centro urbano, quer ao porto marítimo e ao complexo industrial de Sines.

Para o presidente da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas, “a expansão da ZIL II é um investimento absolutamente essencial para Sines”.

Com efeito, refere o autarca, “a ZIL II permitiu, ao longo dos anos, o desenvolvimento de pequenas e médias empresas locais. Permitiu ainda a fixação no concelho de muitas empresas de suporte à área logística, portuária e industrial. Estes novos 43 lotes vão reforçar essa capacidade, numa altura em que o concelho evidencia crescente dinamismo económico”.

Estima-se que, com as novas empresas que a expansão vai permitir acomodar, sejam gerados, pelo menos, 430 postos de trabalho.

A operação ” ZIL II Expansão Nascente” tem um investimento elegível de 1 457 535,15 €, cofinanciado à taxa de 85% por fundos FEDER / União Europeia, no âmbito do programa operacional Alentejo 2020 /Portugal 2020, o que se traduz numa contribuição comunitária de 1 238 904,88 €.

Autarquias

Presidente da câmara de Évora exige conclusão do IP2 e da variante a Évora (vídeo)

Pinto de Sá diz que ‘Évora deverá ser a única cidade do mundo em que um IP passa por dentro de um hospital’.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Declarações de Carlos Pinto de Sá foram reveladas ao Grupo Parlamentar do PCP

Retirar o trânsito do interior da cidade, nomeadamente o trânsito de pesados, é o objectivo imediato do autarca de Évora. Pinto de Sá refere que ‘Évora deverá ser a única cidade do mundo que tem um IP a passar pelo meio de um hospital’.

O presidente da autarquia diz existir ‘muita urgência’ na conclusão da obra que foi ’embargada’ no tempo de Pedro Passos Coelho enquanto primeiro ministro.

PCP faz jornadas parlamentares em Évora, hoje e amanhã.

As declarações surgiram durante a visita do Grupo Parlamentar do PCP a obras do IP2 que não foram concluídas.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Dezembro 2019
S T Q Q S S D
« Nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul