Últimas:
“Brigada do Mar” e Município de Palmela recolhem mais de 15 toneladas de resíduos – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Sociedade

“Brigada do Mar” e Município de Palmela recolhem mais de 15 toneladas de resíduos

Já se planeia uma nova campanha para outubro.

Imagem: Câmara Municipal de Palmela
Ana Catarina Ventura

Publicado

em

Vereadora do Ambiente falou sobre o tema.

“Para além dos parceiros locais, a ação deverá envolver também a comunidade educativa.”

A Câmara Municipal de Palmela, em parceria com o projeto “Brigada do Mar”, encerraram de forma simbólica a 1.ª campanha conjunta de sensibilização e recolha de resíduos abandonados. Segundo o comunicado “para além da quantidade expressiva de resíduos recolhida (maioritariamente pneus e resíduos eletrónicos), esta ação, pela visibilidade que alcançou, conseguiu concretizar o principal objetivo: o despertar de consciências para o problema da deposição ilegal de resíduos”.

Com os lemas “Tudo é (a)mar” e “A Arrábida está a morrer”, a ação decorreu na área de Vila Amélia e Marquesas, entre os dias 5 de junho e 3 de julho, com o envolvimento de mais de 20 voluntários da “Brigada do Mar”.
“Esta parceria quis, de forma simbólica mas com sucesso, assinalar o Dia Mundial do Ambiente”, explicou a Vereadora do Ambiente, Fernanda Pésinho. A Vereadora enalteceu o trabalho destes voluntários, que “afetam horas e dias das suas vidas à causa pública e à resolução de um problema que a todos diz respeito”.

Alertou ainda que “o país real não tem meios para fazer uma fiscalização assertiva e eficaz» da deposição ilegal de resíduos. Por isso, considera que “este paradigma tem que ser mudado”, através da sensibilização, e esta campanha “cumpriu essa missão”. Fernanda Pésinho agradeceu à “Brigada do Mar” por ter lançado este desafio ao Município e não tem dúvidas de que foi criada “uma relação de futuro”, pois “só em conjunto conseguimos ultrapassar este flagelo”.

“Esta foi a primeira ação que esperamos de muitas”, referiu Ana Rita Seirôco, da “Brigada do Mar”. A voluntária agradeceu também à Autarquia por ter acreditado no trabalho da Brigada e por ter conseguido envolver nesta ação outros parceiros locais.

O Município e a “Brigada do Mar” vão agora dar continuidade a esta parceria e estão já a planear uma 2.ª campanha, para outubro, abrangendo sensivelmente a mesma área, mas outro tipo de resíduos. Para além dos parceiros locais, a ação deverá envolver também a comunidade educativa.

Os resíduos recolhidos na 1.ª campanha são compostos por 10 toneladas de pneus, 5,8 toneladas de resíduos eletrónicos, mais de 100 sanitas (entre outros resíduos de obras), 40 m2 de peças automóveis e 3 m3 de embalagens de óleos.

Crime

População forma Milícias para defender V.N.Milfontes.

Com conhecimento da GNR local.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Vandalismo obriga a atitude ‘proibida’ por parte da população

“GNR com conhecimento de milícias”

Os atos de vandalismo, em Vila Nova de Milfontes, já tem resposta por parte da população local.

Nas últimas noites uma milícia formada por cerca de 40 pessoas, habitantes locais, tem vindo a ‘confrontar’ os jovens.

O episódio que terá provocado maiores  queixas terá acontecido junto ao Parque de Campismo de Vila Nova de Milfontes. Os jovens disseram à TDS que a ‘milícia’ estava à porta do Parque e que ‘impediu alguns de entrarem’.

os jovens terão pedido ajuda no posto local da GNR mas não tido resposta do militares de serviço.

Oiça as declarações de um dos jovens .

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!