Últimas:
Basílica Real de Castro Verde vai receber classificação de Monumento Nacional – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Artes

Basílica Real de Castro Verde vai receber classificação de Monumento Nacional

Ainda vai ter de passar por algumas classificações antes de se tornar Monumento Nacional

Publicado

em

Imagem: VisitPortugal

Mudanças agora feita permitem essa classificação.

“Momento que nos dá muita satisfação, segundo presidente do Município”

A Diretora Regional de Cultura do Alentejo (DRCA), Ana Paula Amendoeira, anunciou que a Basílica Real de Castro Verde vai ser classificada como Monumento Nacional. O anúncio foi feito aquando da assinatura do Auto de Consignação da fase mais importante das obras de reabilitação, que se realizou esta terça-feira, 10 de agosto, nos Paços do Município.

Segundo a DRCA, a Basílica Real de Castro Verde é um monumento “tão importante para todo o país, era claro para todos que estava classificado muito abaixo daquele que é o valor cultural e patrimonial que tem”. A Diretora salientou ainda que o pedido de reclassificação da Basílica Real não poderia ter sido feito antes, devido ao estado de conservação em que o monumento se encontrava. Neste momento, como consequência das diferentes ações assumidas desde 2018, o processo está finalizado e já foi entregue, encontrando-se a seguir os trâmites de avaliação para ser analisado no Conselho Nacional de Cultura.

“Para o Presidente da Câmara Municipal de Castro Verde, António José Brito, este processo enquadra-se nos objetivos do trabalho da Câmara Municipal e na articulação alcançada com a Paróquia de Castro Verde e a Direção Regional de Cultura do Alentejo, permitindo dar verdadeira relevância a um grande monumento de Castro Verde e de todo o país” diz o comunicado da Câmara. “Este é um momento que nos dá muita satisfação, porque engrandece Castro Verde e todos os Castrenses”, acrescenta.

Agenda

Concurso literário sobre igualdade de género com o tema “Três Marias”

Em Odemira

Publicado

em

Municipio de Odemira

Concurso literário sobre igualdade de género com o tema “Três Marias”

Para assinalar o 50º aniversário da obra “Novas Cartas Portuguesas”, de Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa, o Município de Odemira promove o concurso literário para promover a reflexão sobre a Igualdade de Género, premiando três obras inéditas no estilo literário Conto.

A obra “Novas Cartas Portuguesas”, de Maria Isabel Barreno, Maria Teresa Horta e Maria Velho da Costa, publicada em 1972, evidenciou a discriminação e a condição feminina, entre outras questões sociais, tendo sido proibido pela censura e aberto processo contra as autoras, com grande repercussão nacional e internacional, conhecido como “O Processo das 3 Marias”, e marcando o declínio do Estado Novo. As autoras foram precursoras da luta pela igualdade de direitos das mulheres em Portugal.

Neste sentido, o Município de Odemira promove o “Concurso Literário sobre Igualdade de Género – As Três Marias”, tendo em conta que as questões de igualdade entre homens e mulheres são centrais na promoção dos direitos de cidadania e atendendo ao facto de os municípios se constituírem como agentes de promoção da igualdade e da não discriminação.

O concurso decorre até ao dia 2 de setembro de 2022. Podem concorrer todas as pessoas singulares, com idade igual ou superior a 18 anos. Cada concorrente poderá apresentar até ao máximo de 3 obras, sendo que para cada uma delas deverá ser atribuído um pseudónimo diferente. As obras a concurso não podem ter sido premiadas em nenhum outro certame, nem estar com decisão pendente noutro concurso.

As obras concorrentes serão apreciadas por um júri composto por elementos representantes da Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género e da ASSESTA – Associação de Escritores do Alentejo.

Serão atribuídos prémios aos melhores contos, sendo os prémios no valor de 1000,00€ (1º lugar), 600,00€ (2º lugar) e 300,00€ (3º lugar). A entrega dos prémios decorrerá no âmbito das comemorações do Dia Mundial para a Igualdade, que se assinala a 24 de outubro.

As normas e ficha de inscrição estão disponíveis AQUI.

Para mais informações os interessados poderão entrar em contacto com o Município de Odemira, através do numero 283 320 900 ou do e-mail  igualdadegenero@cm-odemira.pt

Continuar a ler

Agenda

Germano Campos entrevista Guilherme Leite

Já a seguir (19h00) na TDS com repetição amanhã as 9h00.

Publicado

em

Programa de Entrevistas de Germano Campos

Hoje é a vez de Guilherme Leite. Depois da estreia na última semana, na TDS, hoje Germano Campo entrevista o humorista Guilherme Leite.

Já a seguir na TDS.

Continuar a ler

Artes

Já começou o ‘Tapete está na rua’ em Arraiolos. (veja Vídeo)

Veja a reportagem na TDS

Publicado

em

Em Arraiolos “O Tapete está na Rua” de 8 a 12 de junho

Está a decorre ate dia 12 de junho o “Tapete está na Rua’2022”.

A inauguração foi ontem e a repórter TDS Sónia Soares esteve lá.

Com o objetivo de promover – salvaguardar – divulgar e dar a conhecer – o nosso mais genuíno artesanato, o programa integra: – Exposições – Recriação Histórica – Animação de Rua – Produtos Regionais – Artesanato.

No Centro Histórico de Arraiolos o “Tapete está na Rua” dando a quem nos visita a arte e o colorido da nossa terra, dando a conhecer mais da nossa história e do nosso património.

A valorização do Tapete de Arraiolos e a promoção desta arte terá um espaço privilegiado no encontro “Património Cultural Imaterial no Alentejo: Da Recolha e Inventariação à UNESCO”, um passo no caminho para a inscrição do “Tapete de Arraiolos” como Património Imaterial da Humanidade. 

Continuar a ler

ÚLTIMAS

Facebook

x
error: O conteúdo está protegido!!