Últimas:
ASAE instaura 17 processos crime em super e hipermercados. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Crime

ASAE instaura 17 processos crime em super e hipermercados.

Foram, ainda, apreendidas 5.646 unidades de produtos diversos, alimentares e não alimentares.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

ASAE fiscaliza 1507 operadores económicos na área da distribuição alimentar – Super e Hipermercados

“instaurados 17 processos crime”

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) realizou, desde o início do ano, diversas ações de fiscalização, de norte a sul do País, direcionadas à distribuição alimentar (em super e hipermercados) para verificação das regras estabelecidas para a atividade, com enfoque na Higiene e Segurança Alimentar. As inspeções incluíram as secções de peixaria, talho, hortofrutícola, assim como a verificação da rotulagem dos produtos, a afixação dos preços, as normas para a proteção dos cidadãos da exposição involuntária ao fumo do tabaco, as regras determinadas pela Direção-Geral da Saúde (DGS) decorrentes da situação de pandemia provocada pelo Covid-19, entre outras.

Como balanço, durante o primeiro semestre do ano, foram fiscalizados 1507 operadores económicos, tendo sido instaurados 17 processos crime destacando-se a prática do crime de especulação de preços e 205 processos de contra-ordenação, destacando-se o incumprimento dos requisitos gerais e específicos de higiene, a inexistência de processo ou processos baseados nos princípios do HACCP, a falta de cumprimento das regras da DGS para prevenção do Covid-19, designadamente quanto à ocupação, lotação, permanência, distanciamento físico e existência de mecanismos de marcação prévia nos locais abertos ao público, a falta de controlo metrológico de pesos, entre outras.

Foram, ainda, apreendidas 5.646 unidades de produtos diversos, alimentares e não alimentares, diversos leite e produtos lácteos, mel, azeite, enchidos, pescado, doces, vestuário, calçado, máscaras, instrumentos de pesagem, tudo num valor aproximado de 71 000,00€.

Crime

População forma Milícias para defender V.N.Milfontes.

Com conhecimento da GNR local.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Vandalismo obriga a atitude ‘proibida’ por parte da população

“GNR com conhecimento de milícias”

Os atos de vandalismo, em Vila Nova de Milfontes, já tem resposta por parte da população local.

Nas últimas noites uma milícia formada por cerca de 40 pessoas, habitantes locais, tem vindo a ‘confrontar’ os jovens.

O episódio que terá provocado maiores  queixas terá acontecido junto ao Parque de Campismo de Vila Nova de Milfontes. Os jovens disseram à TDS que a ‘milícia’ estava à porta do Parque e que ‘impediu alguns de entrarem’.

os jovens terão pedido ajuda no posto local da GNR mas não tido resposta do militares de serviço.

Oiça as declarações de um dos jovens .

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!