Siga-nos

Crime

ASAE instaura 11 processos crime em combate ao jogo ilícito

12 pessoas foram constituídas arguidas, todas sujeitas à medida de coação de termo de identidade e residência e apreendido diverso material relacionado com a prática do jogo ilícito

TDS

Publicado

em

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) através da sua Unidade Nacional de Informações e Investigação Criminal (UNIIC), realizou na região do Algarve, uma operação que visou o combate à exploração e prática ilícita de jogos de fortuna ou azar fora dos locais legalmente autorizados.

A ação de fiscalização denominada Operação Roleta Algarvia, contou com o apoio técnico do Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos, tendo sido fiscalizados 18 operadores económicos na área da restauração e bebidas, instaurados 11 processos-crimes por exploração e prática ilícita de jogos de fortuna ou azar, exploração ilícita de apostas desportivas à cota de base territorial e jogo fraudulento e instaurados 4 processos de contraordenação por falta de autorização para exploração de modalidade afins de jogo de fortuna ou azar.

Durante a operação, 12 pessoas foram constituídas arguidas, todas sujeitas à medida de coação de termo de identidade e residência e apreendido diverso material relacionado com a prática do jogo que constituía produto das atividades ilícitas, nomeadamente, 16 roletas, 5 quiosques, 1 computador portátil, 18 extratoras com o respetivo cartaz e ainda €1 778,50 em numerário, num valor global total que ronda os € 65 mil Euros.

Crime

Homem continua em fuga após disparar contra ex mulher e ex sogra. (veja vídeo com o local do crime)

A mulher, de 54 anos, estará livre de perigo, enquanto o estado de saúde da sua mãe, Maria Margarida (73), que também foi alvejada, inspira mais cuidados.

TDS

Publicado

em

Por

Duas mulheres, mãe e filha, de 54 e 73 anos, ficaram feridas com gravidade depois de o ex-marido da mais nova as ter baleado, na aldeia da Cumeada, em Reguengos de Monsaraz

O caso está entregue à Policia Judiciária. O suspeito, ex-marido da mulher de 54 anos, ainda está em fuga.

As duas vítimas foram inicialmente transportadas para o Hospital de Évora, mas devido à gravidade dos ferimentos, foram depois para Lisboa: uma deu entrada no hospital de Santa Maria e outra no de São José.

O ex-casal terá vivido durante largos anos na Suíça e terá regressado a Portugal recentemente. Com o divórcio ainda a decorrer, a mulher foi viver com a mãe de 73 anos para a aldeia da Cumeada.

Arminda Félix, a mulher que foi baleada pelo ex-marido já tinha apresentado queixa na GNR por violência doméstica contra o antigo companheiro, mas nada valeu.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Novembro 2019
S T Q Q S S D
« Out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul