Últimas:
ASAE fiscaliza regras do Estado de Emergência – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Policias

ASAE fiscaliza regras do Estado de Emergência

Évora foi o único concelho que registou a presença de inspectores

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

ASAE fiscaliza cumprimento das novas regras adicionais do Estado de Emergência

“Évora foi um dos concelhos fiscalizados”

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) realizou, hoje, no âmbito das suas competências, uma operação de fiscalização com vista à verificação do cumprimento das medidas adicionais previstas no exercício de determinadas atividades económicas, com o intuito de conter a transmissão do vírus e diminuir a expansão da pandemia da doença COVID -19 durante o atual estado de emergência.

As ações de fiscalização que contaram com o empenhamento de cerca de 30 inspetores, decorreram nos concelhos de Lisboa, Porto, Matosinhos, Guimarães, Lamego, Coimbra, Aveiro, Castelo Branco, Coimbra, Santarém, Faro e Évora.

Foram direcionadas a operadores económicos cuja atividade se encontra sujeita a novas regras de funcionamento, tendo como principal objetivo a verificação do cumprimento integral das regras de lotação, ocupação, permanência e distanciamento físico em espaços públicos e estabelecimentos comerciais, bem como o cumprimento da determinação de suspensão de determinados tipos de instalações, estabelecimentos e atividades.

Como resultado das ações destaca-se o seguinte: foram fiscalizados 198 operadores económicos, tendo sido instaurado 1 processo-crime por especulação de preços e 19 processos de contraordenação dos quais se destaca a falta de cumprimento das regras de ocupação, permanência e distanciamento físico nos locais abertos ao público e a falta de cumprimento das regras relativas a restrição, suspensão ou encerramento de atividades.

Foi ainda determinada a suspensão de atividade em 4 operadores económicos (restauração e bebidas) pela existência de clientes no seu interior uma vez que esta atividade apenas poderá ser exercida para efeitos de confeção destinada ao consumo fora do estabelecimento, seja através de entrega ao domicílio, diretamente ou através de intermediário, ou para disponibilização de refeições ou produtos embalados à porta do estabelecimento ou ao postigo (take -away).

Crime

Mulher faz-se passar por militar da GNR para ‘ajudar’ idosos na vacinação.

Caso denunciado por Unidade de Saúde local.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Fraude com vacinação

“Mulher faz contactos falsos”

O Serviço Municipal de Proteção Civil, de Montemor-o-Novo, foi informado que alguns utentes do concelho de Montemor-o-Novo têm sido alvo de contactos falsos, por supostos militares da GNR, para a vacinação Covid-19.

As várias entidades já alertaram que a ‘vacinação é feita única e exclusivamente pelas Assistentes Técnicas do Centro de Saúde da Unidade de Saúde Familiar Alcaides e Unidade de Saúde Familiar Foral,’ que se identificam sempre aquando do contacto telefónico.
Qualquer outro tipo de contacto para vacinação Covid-19 deve ser imediatamente, denunciado às autoridades competentes.

Continuar a ler

x
error: Content is protected !!