Siga-nos

Crime

ASAE apreende produtos alimentares com uso ilegal de substâncias psicoativas

O valor total da apreensão ascendeu aos 17 100,00 euros.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), através da sua Unidade Nacional de Informações e Investigação Criminal (UNIIC), realizou uma operação de fiscalização no seguimento de uma notificação RASFF (Rapid Alert System for Food and Feed), na cidade do Porto.

Como resultado da ação foi instaurado um processo de contraordenação por venda de produtos alimentares com Cannabis Sativa, sem referência obrigatória ao teor THC ou com valores acima dos legais (substância psicoativa) e produtos suspeitos de serem precursores de droga.

Foram apreendidos 529 artigos, entre géneros alimentícios e fertilizantes, que serão sujeitos a análises laboratoriais de deteção de níveis de substâncias.

Ainda no decurso de inspeção, apesar de ocultados e dissimulados, foram detetados e apreendidos cerca de 300 gr de haxixe (3 placas) e 66 gr de liamba, que dariam para mais de 3 000 doses individuais.

O operador económico e a sociedade foram constituídas arguidos pelo crime de tráfico de estupefacientes.

A ASAE continuará a desenvolver ações de fiscalização, no âmbito das suas competências, em todo o território nacional que garantam a salvaguarda da saúde pública e da segurança alimentar, bem como no seguimento da troca de informações a nível internacional sobre géneros alimentícios que possam representar riscos para a saúde dos consumidores.

Crime

Dois detidos por furto de cerca de 130 quilos de pinhas

Os detidos serão presentes, durante o dia de hoje, ao Tribunal Judicial de Santiago do Cacém, para aplicação das medidas de coação.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Foto: GNR

A GNR de Sines, deteve dois homens, com 19 e 46 anos, por furto de pinha de pinheiro-manso, em Sines.

No âmbito de uma ação de patrulhamento direcionada para a prevenção do furto da pinha, que se encontra no período de interdição da sua colheita, os militares abordaram dois homens numa zona de pinhal, num terreno alheio e sem consentimento do proprietário, tendo-lhes sido apreendidos 132 quilos de pinha e diversos utensílios para apanha da mesma, como luvas, sacos e varas.

A GNR relembra que a apanha da pinha de pinheiro manso, ainda que esteja caída no chão, está interdita por se encontrar em época de defeso, salvaguardando assim o crescimento e desenvolvimento da pinha e do pinhão e evitando, dessa forma, a colheita da semente com deficiente faculdade germinativa e mal amadurecida.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Dezembro 2019
S T Q Q S S D
« Nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul