Últimas:
Armando Vara deverá continuar preso em Évora por mais 2 anos. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Últimas

Armando Vara deverá continuar preso em Évora por mais 2 anos.

Nova pena agora no processo Operação Marquês

Publicado

em

Operação Marquês

“Armando Vara condenado a dois anos de prisão por branqueamento de capitais”

O julgamento de Armando Vara, na Operação Marquês, chegou ao fim.

O antigo ministro deverá ficar detido mais dois anos na prisão de Évora.

Recorde-se que já se encontra preso a cumprir cinco anos no âmbito do processo Face Oculta.

“O Tribunal deu como provado quase todos os factos“, afirmou o juiz Rui Coelho, após a sessão.

Os juízes entenderam que ficou “demonstrado objetivamente o circuito de dinheiro”, relacionado com os dois milhões de euros que Vara colocou em contas na Suíça e que trouxe depois para Portugal.

Continuar a ler
Publicidade

Sociedade

Praça de Touros de Estremoz volta a abrir portas.

Desta vez vai ter lugar uma novilhada.

Publicado

em

Praça de touros reabre

Em Estremoz

Depois do êxito alcançado no passado dia 30 de Abril, por ocasião da Corrida de Touros que fez parte integrante do programa da FIAPE – , está já a ser preparado o regresso da tauromaquia ao tauródromo da cidade branca.

No próximo dia 9 de Julho, sábado, vai realizar-se na Praça de Touros de Estremoz, uma novilhada popular de oportunidade aos novos.

A dupla TTE / Toiros e Tauromaquia está a trabalhar na Corrida de Touros que fará parte do programa das tradicionais Festas de Setembro, as Festas da Exaltação da Santa Cruz.

No “segredo dos deuses” ainda estão os nomes que irão compor o cartel da corrida que terá lugar na Praça de Touros de Estremoz, na noite de 2 de Setembro, sexta-feira.

Aguarda se o cartel que deverá ser formado pelas  máximas figuras do toureio em Portugal.

Continuar a ler

Acidentes

Choque violento provocou duas mortes.

Veja agora o estado das viaturas

Publicado

em

Fotos: Alex Rufino

Acidente no IC1 em Messines

“Acidente trágico com duas mortes”

Duas pessoas morreram na sequência da colisão entre dois veículos pesados no IC1, ao km 721 na zona de Messines, no Algarve.

O acidente causou a morte aos dois condutores dos veículos pesados de mercadorias.

No local estiveram 40 operacionais, apoiados por 17 veículos, tendo sido igualmente acionado um helicóptero do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).

Óbitos declarados no local pelo médico da vmer.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!