Siga-nos

Religião

Arcebispo de Évora pede prudência e alerta para eventuais cancelamentos

A arquidiocese de Évora refere que irá seguir ordens da DGS

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Nota do arcebispo de Évora

Tendo presente a situação que estamos a viver, originada pelo coronavírus COVID-19, que a todos nos preocupa e convoca, seguindo responsavelmente as orientações emanadas pela DGS – Direcção Geral de Saúde e pela CEP – Conferência Episcopal Portuguesa, faço chegar a todos as seguintes orientações:

  1. Estamos a viver o tempo da Quaresma e preparamos a Semana Santa, com celebrações próprias, nomeadamente, Procissões, Vias-sacras, Celebrações Penitenciais, Lava-pés e Adoração da Cruz. Em todas as circunstâncias devemos ter presente as orientações emanadas pela DGS e CEP. Apelo a uma atitude de prudência, procurando avaliar cada situação e, se for necessário, optar mesmo por cancelar ou adiar. 
  2. Tendo a Comunidade Cristã a missão de acompanhar os doentes, idosos e sós deve continuar a fazê-lo com solicitude, discernindo os modos de procedimento em cada caso concreto, respeitando todas as normas. Neste delicado ministério, manifesto a minha especial proximidade junto dos mais fragilizados pela doença e idade, bem como aos Párocos, Diáconos, Ministros Extraordinários da Comunhão e Visitadores de Doentes.
  3. Apelo a um especial cuidado nas celebrações das Exéquias, nomeadamente, nos Velórios, para que também neste contexto sócio-religioso se cumpram as orientações da DGS e CEP. 
  4. Estando a Visita Pastoral a decorrer à Vigararia de Elvas, composta pelos concelhos de Monforte, Campo Maior e Elvas, estarei próximo das Comunidades, respeitando sempre a postura adequada a cada circunstância. Apelo à compreensão para as alterações que possam necessariamente ocorrer aos programas elaborados.
  5. Relativamente à Catequese, cada Comunidade Paroquial deve estar atenta aos critérios propostos pela tutela da Educação para a Comunidade Escolar em geral.
  6. Uma preocupação especial merecem os Centros Sociais Paroquiais, bem como todas as Instituições de Inspiração Cristã. Agradeço todas as medidas necessárias já implementadas pelos Órgãos Sociais, nomeadamente a elaboração e execução do Plano de Contingência, e lembro a urgência de todas as Instituições adoptarem as medidas necessárias para protecção dos utentes, funcionários, familiares, visitas, colaboradores, voluntários e fornecedores.
  7. Estas orientações permanecem abertas à evolução dos acontecimentos e a novas orientações que possam ser emanadas pela Arquidiocese de Évora e pelas autoridades competentes, às quais devemos ouvir em todos os casos de dúvida. 

O meu profundo agradecimento e apreço a todos os Profissionais de Saúde por toda a diligência, excelência e humanidade demonstrada para com todos os doentes. 

Agradeço a todos os agentes da Comunicação Social pelo esforço e empenho colocados na sensibilização e esclarecimento da opinião pública para a importância do momento que nos é dado viver.

Agradeço igualmente todos os esforços levados a efeito para manter a serenidade e evitar ambientes de falsos alarmismos, geradores de pânico.

A todos os Profissionais de Saúde, doentes e suas famílias manifesto a minha proximidade, oração e a disponibilidade da Arquidiocese de Évora para colaborar com todos no combate ao COVID-19. 

A Arquidiocese de Évora reafirma o compromisso de seguir escrupulosamente as ordens emanadas pela DGS e CEP, mantendo sempre uma postura proactiva e responsável.

Por intercessão de Nossa Senhora da Conceição, nossa celestial Padroeira, imploremos a Deus que afaste de nós as doenças e nos conceda o dom da fortaleza, da serenidade, para vivermos em saúde.

Religião

Exclusivo TDS: Padre faz festa e sopra para o bolo que é distribuído por convidados.

Pároco de Évora sopra ou finge que sopra para o bolo? A questão faz toda a diferença. O exemplo não é o melhor.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A foto mostra o Pároco a soprar ou a fingir que sopra?

” Cónego Manuel Madureira não terá dado o melhor exemplo em tempo de Pandemia”

Já são dezenas de comentários a dar os parabéns ao Cónego Manuel Maria Madureira, Pároco da Igreja de Santo Antão e Capelão da Real Irmandade de Nossa Senhora da Saúde, em Évora.

O Pároco celebrou o seu 46° aniversário Sacerdotal.

Uma fotografia colocada na página de Facebook da Real Irmandade levanta duvidas se o pároco terá soprado para o bolo que mais tarde seria distribuído por um conjunto de pessoas.

A foto não é esclarecedora no entanto o exemplo, ainda que não soprando, não será o melhor.

Nas fotos desta comemoração são visíveis todos os convidados de máscara no entanto a distância social nem sempre foi levada em conta.

O Reitor de Santo Antão e Pároco de Santo Antão e Graça do Divor, Cónego Manuel Maria Madureira da Silva,  foi ordenado Sacerdote na Sé de Elvas a 23 de Junho de 1974, comemorou hoje 46 anos de Ordenação Sacerdotal.

Continuar a ler

Copyright © 2020 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com Publicidade site | rádio: 917278022

error: Content is protected !!