Últimas:
Alojamento local cresceu 15 vezes em reservas – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Turismo

Alojamento local cresceu 15 vezes em reservas

Comparação é com 2019

Publicado

em

Alojamento local

Crescimento de 15 vezes

O alojamento local este verão registou um crescimento significativo em Portugal com a GuestReady a registar 15 vezes mais reservas do que em igual período de 2019, ano que quebrou recordes de turismo a nível nacional. O portefólio da empresa especialista na gestão de alugueres a curto e médio prazo também cresceu e, em 2022, há quatro vezes mais propriedades do que no último ano pré-pandemia.

Este ano, durante os meses de verão – junho, julho e agosto – a ocupação foi em média 15% superior ao verão de 2019 e atingiu números recorde: em Portugal a ocupação média ao longo do verão foi de 90%, ultrapassando a média global da GuestReady.

“Este verão foi definitivamente uma consolidação do regresso à normalidade,” afirma Rui Silva, Managing Director da GuestReady em Portugal e em Espanha. “Recebemos muitos hóspedes franceses, espanhóis e norte-americanos, mas também portugueses, que representaram 12% de todas as reservas feitas em Portugal”.

Na cidade do Porto, nos meses de verão, a empresa abriu portas principalmente hóspedes de Espanha (19%), de França (17%) e ainda inúmeros portugueses (10%). Já em Lisboa as propriedades receberam sobretudo norte-americanos (15%), franceses (13%) e espanhóis (10%).

A GuestReady, presente em mais de trinta cidades em dois continentes, viu o número de reservas a quadruplicar este verão e o número de unidades registadas a crescer para o dobro, por comparação a 2019. No mês de agosto, “atingiu a marca global das 18 mil reservas efetuadas, das quais mais de um terço tiveram lugar em Portugal, o que representa um crescimento de 12% na taxa de ocupação global por comparação ao mesmo período de 2019”, conclui a nota.

Continuar a ler
Publicidade

Sociedade

Montemor-o-Novo assinala Dia Mundial do Turismo

Iniciativas assinalam se este fim de semana

Publicado

em

Dia Mundial do Turismo assinalado em Montemor-o-Novo

O Dia Mundial do Turismo comemora-se a 27 de setembro mas, em Montemor-o-Novo, antecipamos as celebrações.

Partilhamos o programa do próximo fim de semana, dedicado à fotografia e também ao passeio.

Dia 24 de setembro, pelas 10h00, realiza-se a inauguração da exposição do Desafio Fotográfico, a ter lugar no Mercado Municipal de Montemor-o-Novo. Ainda neste sábado, às 15h00, decorre um Passeio no Centro Histórico.

Já no domingo, 25 de setembro, pelas 9h00, será efetuado um Percurso pedestre de Lavre “Da Vila à Ponte Velha”.

Ambas as iniciativas têm Inscrições obrigatórias e limitadas, e que podem ser feitas no Posto de Turismo ou através dos seguintes contactos: 266 898 103; turismo@cm-montemornovo.pt

Continuar a ler

Turismo

Monte Selvagem, em Lavre. Video TDS mostra uma excelente opção de passeio.

Veja o vídeo da autoria de Sónia Soares e Tiago Guerra.

Publicado

em

O Monte Selvagem está aberto de 3ª a domingo

O parque está aberto de uma forma regular a 1 de Fevereiro 2022 e até 31 de Outubro de 2022, de 3ªfeira a Domingo, das 10h às 17h. O portão de entrada fecha às 15h;

A visita ao Monte Selvagem é apenas pedestre, já não há passeio de tractor. O passeio a pé é feito de forma autónoma, pelos visitantes, que aí encontram habitats com animais, muita natureza e estruturas de diversão para toda a família!

A estrada de acesso ao parque, de Lavre para o Ciborro, encontra-se com obras de recuperação. O acesso é possível, mas condicionado. As obras são nos completamente alheias, mas necessárias, e melhorarão muito o acesso ao parque! Mesmo que o seu GPS o mande por estradas de terra batida, não siga essas instruções e mantenha-se sempre por estradas de alcatrão;

Os bilhetes são comprados no momento da visita, no parque;

A cafetaria do parque serve refeições ligeiras e snacks mas também pode trazer picnic e almoçar num dos inúmeros locais de merenda do parque (pode sempre ir ao carro, no parque de estacionamento, ao longo do dia, se for preciso)

Continuar a ler

Autarquias

Grândola quer menos camas turísticas no concelho

O investimento turístico e imobiliário tem de ser assente no crescimento sustentável do nosso concelho

Publicado

em

Câmara de Grândola leva investidores a reduzir número de camas turísticas e a comprometerem-se a proteger recursos hídricos

“O investimento turístico e imobiliário tem de ser assente no crescimento sustentável do nosso concelho”

O Município de Grândola reuniu com os Promotores dos Empreendimentos Turísticos das áreas programadas da faixa costeira, com o intuito de sensibilizar os mesmos para a necessidade de repensarem os seus projetos, com vista à redução do número de camas turísticas, bem como à implementação de medidas que contribuam para o crescimento sustentável da região, em respeito pela população, a natureza e o ambiente.

A participação e os importantes contributos de todos os presentes, revelaram-se unanimes, resultando num compromisso conjunto, com vista à redução significativa do número de camas turísticas, bem como à defesa dos recursos hídricos e à implementação de soluções de dessalinização da água do mar, para utilização das regas dos campos de golfe e áreas verdes.

O presidente da Câmara Municipal de Grândola salientou a importância da reunião e dos consensos estabelecidos: “O investimento turístico e imobiliário tem de ser assente no crescimento sustentável do nosso concelho, por forma a beneficiar os munícipes e a sua qualidade de vida, tem de respeitar o ambiente, os recursos hídricos, a paisagem e prevenir os riscos das alterações climáticas.

Revelámos aos promotores turísticos as nossas prioridades e preocupações a aceitação foi plena. Todos garantiram que tudo farão para o desenvolvimento sustentável do concelho de Grândola”.

A autarquia esclarece que, a redução do número de camas turísticas irá aplicar-se aos Empreendimentos Turísticos, que se encontram em fase de construção ou em processo de licenciamento, abrangidos por áreas programadas em Planos Territoriais de Âmbito Municipal aprovados antes da entrada em vigor do Plano Regional de Ordenamento do Território do Litoral Alentejano (PROTA – 2010).

Atualmente, está em curso e em fase de finalização o processo de alteração do Plano Diretor Municipal, aprovado em Assembleia Municipal, o qual irá definir regras mais apertadas para o investimento turístico e imobiliário.

Continuar a ler

ÚLTIMAS

Facebook

x
error: O conteúdo está protegido!!