Siga-nos

Saúde

Almodôvar com 3 casos activos de covid

Autarquia tenta sensibilizar população.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Situação Epidemiológica do Concelho de Almodôvar

“3 casos activos”

Até ao dia de hoje , segundo dados oficiais da DGS, o concelho tinha um histórico de 7 casos positivos , todos recuperados.

Mas, nesta última semana, surgiram mais 3 casos numa cadeia de contágio já totalmente identificada e controlada ( um dos casos veio positivo ontem )

Almodovar tem 10 casos no total ( 3 ativos) .

Com a exceção dos 3 casos já referidos , os testes realizados na sequência da identificação desta última cadeia de transmissão , deram todos negativo.

A autarquia apela para todas as medidas preventivas e sensibiliza a população:
“Imaginem como se sentem os habitantes de concelhos onde o número de casos é muito mais preocupante?! Por isso , por favor, mantenham como obrigatório o cumprimento de todas as normas impostas pela DGS pois não queremos passar por momentos de angústia e medo com algo que não conseguimos “controlar “, refere nota do presidente da autarquia, António Bota.

Saúde

Lar de Reguengos não cumpria orientações da DGS diz auditoria da Ordem dos Médicos.

Relatório afirma que doentes foram mantidos “em circunstâncias penosas”, facilitando o crescimento do surto.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Relatório afirma que doentes foram mantidos “em circunstâncias penosas”, facilitando o crescimento do surto.

“Morreram 18 pessoas do lar de Reguenguos de Monsaraz”

O lar não cumpria as orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS), conclui uma auditoria da Ordem dos Médicos, que aponta responsabilidades à administração.

O relatório já foi enviado ao Ministério Público, Ministério da Saúde, Direção-Geral da Saúde e à Ordem dos Advogados

A comissão de inquérito da Ordem dos Médicos diz que não era possível cumprir “o isolamento diferenciado para os infetados ou sequer o distanciamento social para os casos suspeitos”.

“Não existia, por exemplo, definição de circuitos de limpos e de sujos, o que foi feito apenas a 26 de junho, nove dias depois de ter sido confirmado o primeiro caso”, sublinha o relatório da auditoria.

A comissão conclui que “os recursos humanos foram insuficientes para a prestação de cuidados adequados no lar, mesmo antes da crise de covid-19, uma situação que se agravou com os testes positivos entre os funcionários, que os impediram de trabalhar”.

O Ministério Público tem vindo a fazer averiguações devendo abrir um inquérito ao caso.

Continuar a ler

Copyright © 2020 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com Publicidade site | rádio: 917278022

error: Content is protected !!