Últimas:
Alentejo litoral com primeira ‘Ressonância Magnética’ – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos
blank

Saúde

Alentejo litoral com primeira ‘Ressonância Magnética’

Hospital Particular do Alentejo, integra o Grupo Hospital Particular do Algarve, um dos cinco maiores grupos privados do país.

Foto Clídis
Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Até ao final de 2020 a CLÍDIS fará a maior transformação dos seus mais de 40 anos de existência, ao tornar-se o primeiro hospital privado de todo o litoral alentejano: o Hospital Particular do Alentejo.

“Primeira ressonância magnética será instalada no Alentejo Litoral”

A unidade tem vindo a reforçar os seus recursos humanos e equipamentos, para que tudo fique pronto para essa grande transformação.

No início deste mês foi instalada uma ressonância magnética, a primeira da região, que minimizará a necessidade de deslocações da população, mas sobretudo proporcionará diagnósticos mais céleres e seguros no apoio às especialidades médicas e ao Atendimento Permanente da Clidis, que se encontra em funcionamento entre as 9h e as 18h, de segunda a sábado.

Ainda na área da imagiologia foi implementado um novo sistema e reforçada a equipa, por forma a garantir a emissão atempada de relatórios.

Ao nível do corpo clínico, têm sido reforçadas algumas equipas críticas para o apoio e referenciação do Atendimento Permanente, como é o caso da otorrinolaringologia e da ortopedia, mas também têm sido reforçadas outras equipas como a neurocirurgia e a hematologia.

“Neste momento, possuímos um corpo clínico composto por quase 80 médicos, mas acreditamos que a equipa e as especialidades possam ainda crescer com a abertura do hospital, nomeadamente devido à atividade do bloco operatório e do internamento”, refere a Direção da unidade.

A CLÍDIS, ou o Hospital Particular do Alentejo, integra o Grupo Hospital Particular do Algarve, um dos cinco maiores grupos privados do país, que além do Algarve e Alentejo, tem também presença na ilha da Madeira.

Continuar a ler
Publicidade

Saúde

Covid-19: Alandroal o concelho do país com ‘piores’ números.

Surto nas obras da ferrovia complicam as contas.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Maior incidência do vírus a 14 dias

” Obras na ferrovia na origem de surto em Alandroal “

Alandroal, é o concelho do país que suscita maior preocupação.

Regista uma maior incidência do vírus a 14 dias.

No período de 24 de março a 6 de abril, o município apresenta uma incidência de 581 casos por 100 mil habitantes, de acordo com os dados do último boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS) .

É um dos dois concelhos em risco muito elevado, registando um aumento significativo de novos casos de infeção pelo novo coronavírus.

Na atualização anterior, a 5 de abril, Alandroal apresentava uma incidência de 200 casos por 100 mil habitantes a 14 dias.

Em risco elevado, com uma incidência entre 240 e 479,9 casos por 100 mil habitantes, estão os concelhos de Barrancos, Odemira e Moura, na região Alentejo.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!