Siga-nos

Autarquias

Alentejo com mais do triplo dos estágios profissionais na administração local do que o Algarve

Os procedimentos de seleção de estagiários devem estar concluídos no prazo de quatro meses, a contar da data da publicitação do aviso de abertura.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Programa Estágios Profissionais na Administração Local 2088 estágios distribuídos de norte a sul do país
Foi publicado, em Diário da República, o Despacho com a distribuição, por regiões, dos estágios da 2.ª fase da 6.ª edição no âmbito do Programa Estágios Profissionais na Administração Local.
São, no total, 2088 estágios, cofinanciáveis pelo Fundo Social Europeu através dos Programas Operacionais Regionais, num montante disponível de cerca de 18,5 milhões de euros.
Os estágios desta 2.ª fase foram distribuídos após candidatura das entidades da administração local – municípios, freguesias, entidades intermunicipais, associações de municípios e empresas locais.
O Alentejo aparece na 3ª posição, atrás do Norte e do Centro, mas à frente do Algarve e Lisboa. O número total nas várias regiões é este: Norte: 763, Centro: 744, Lisboa: 105, Alentejo: 363 e Algarve: 113.
Esta segunda fase destina-se a jovens desempregados até aos 30 anos, ou 35 se portadores de deficiência ou com incapacidade, detentores de licenciatura, de cursos técnicos superiores profissionais ou cursos tecnológicos de nível secundário.
O PEPAL é um instrumento de apoio à transição dos jovens do sistema de ensino e formação profissional para o mercado de trabalho, que visa aumentar a qualificação e, consequentemente, o perfil de empregabilidade, dando resposta às dificuldades de inserção na vida profissional.
(imagem ilustrativa de Portalegre)

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Autarquias

ETAR da Comporta avança com investimento de 3M€

Obra será executada pela Águas Públicas do Alentejo em cooperação com o Município de Alcácer do Sal. Tem como objetivo primário o de tratar os efluentes urbanos da Comporta.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Está assinada a consignação para a construção do sistema de condução de efluentes para a Estação

Teve lugar, no Auditório da Comporta, a assinatura da consignação da empreitada para a construção do Sistema Intercetor da Comporta.

O projeto para a construção da nova ETAR da Comporta, a executar pela Águas Públicas do Alentejo em cooperação com o Município de Alcácer do Sal, tem um investimento global na ordem dos 3 milhões de euros e um prazo de 275 dias previstos para execução, e tem o objetivo primário de tratar os efluentes urbanos da Comporta.

Além da Estação de Tratamento de Águas Residuais, o projeto compreende primeiramente a construção de um sistema intercetor para conduzir os efluentes gerados até à ETAR: uma extensão elevatória e pré-tratamento de efluentes, uma conduta elevatória com 1.7 quilómetros de extensão e um coletor gravítico com 83 metros.

A ETAR da Comporta vai dispor de tecnologia de ponta, com características das quais se destacam o armazenamento de lamas em contentor fechado e encerrado em sala, uma unidade de desodorização (para eliminação de odores) e a produção de água para reutilização como água de serviço.

A infraestrutura tem capacidade para uma população de 2.500 habitantes e capacidade de expansão para 10.000, e foi concebida para funcionar convenientemente tanto na época baixa, para os cerca de 500 ocupantes da aldeia, como na época alta, no verão, quando o número de habitantes dispara para 1500 ou 2000. Face à sensibilidade ambiental e paisagística da zona, a Estação vai ser instalada em localização adequada, numa zona de depressão a sul da EN253, junto ao cruzamento com a EN261.

No ato estiveram presentes, entre outros, o presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença, a vereadora Ana Soares, a presidente da Junta de Freguesia da Comporta, Deolinda Florêncio, e Francisco Narciso, presidente do Conselho de Administração da Águas Públicas do Alentejo.

A cerimónia contou ainda com um representante da empresa Ambiágua, responsável pela empreitada e de João Pedro Teixeira, advogado da Herdade da Comporta. Vai seguir-se, dentro de um mês, a consignação da construção da própria ETAR, à qual ficará ligado o novo intersetor e central elevatória.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Novembro 2019
S T Q Q S S D
« Out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul