Siga-nos

Economia

Alcácer do Sal debate internacionalização da economia do Alentejo Litoral

Esta conferência dará primazia às questões da afirmação internacional e do desenvolvimento da região, abrindo espaço para a discussão em torno de um leque plural de projetos empresariais inovadores e sustentáveis.

TDS noticias

Publicado

em

“Internacionalização da Economia do Alentejo Litoral” é o tema da conferência  que se vai realizar no dia 7 de junho (sexta-feira), no Auditório Municipal  de Alcácer do Sal.

Promovida pela Câmara Municipal de Alcácer Sal em conjunto com o Grupo de Trabalho do Empreendedorismo e Empregabilidade da Plataforma Supraconcelhia do Alentejo Litoral, a iniciativa tem início às 10h, com a sessão de abertura a cargo do vereador Nuno Pestana e termina às 16h45, com o presidente da Câmara Municipal, Vítor Proença a participar no encerramento.

Os interessados em participar podem inscrever-se antecipadamente AQUI

Economia

Central fotovoltaica de Évora sem apoios do estado

Tem uma área de 55 hectares e uma capacidade total instalada de 28,8 megawatts

TDS noticias

Publicado

em

A instalação de energia solar de Vale de Moura é das primeiras centrais fotovoltaicas na Península Ibérica a ser explorada sem ajudas públicas.

A central fotovoltaica de Vale de Moura, no concelho de Évora – uma das primeiras em toda a Península Ibérica a ser explorada sem qualquer tipo de subsídios públicos – entrou em funcionamento no passado dia 14 de Junho, anunciou o grupo energético Axpo.

Sobre a central solar fotovoltaica de Vale de Moura – Évora

  • A central tem uma capacidade total instalada de 28,8 megawatts e vai produzir anualmente mais de 52 gigawatts-hora, o equivalente ao consumo médio anual de 10 mil habitações.
  • A venda da energia produzida pela central será feita em regime de mercado, graças a um contrato pioneiro de compra de energia (PPA) a 10 anos, com a Axpo, que garante a comercialização de energia até 2029.
  • O projeto, desenvolvido e promovido pelo grupo Hyperion Renewables, conta com o fundo de investimento Mirova como acionista maioritário e permitirá evitar a emissão de mais de 110.000 toneladas de CO2 por ano.

Com uma área de 55 hectares e uma capacidade total instalada de 28,8 mw vai produzir mais de 52 gigawatts-hora de energia limpa por ano – o equivalente ao consumo médio anual de quase 10.000 habitações.

Continuar a ler

Top

TDS Peça Orçamento