Últimas:
Águas Públicas do Alentejo levam água a Almodôvar, Castro Verde e Mértola – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Sociedade

Águas Públicas do Alentejo levam água a Almodôvar, Castro Verde e Mértola

Investimento é superior a 51 milhões de euros

Publicado

em

Águas Públicas do Alentejo alarga abastecimento de água a mais
29 aglomerados

“Concelhos de Almodôvar, Castro Verde e Mértola são abrangidos”

A Águas Públicas do Alentejo assinala a conclusão de três empreitadas que permitem a ligação de mais 29 aglomerados dos concelhos de Almodôvar, Castro Verde e Mértola aos sistemas de abastecimento de água de Monte da Rocha e Guadiana Sul,
solucionando constrangimentos históricos de disponibilidade e qualidade de água.

As três empreitadas, Expansão em Almodôvar – Mértola Sudoeste (Eixo Central), Reforço da Adução a Castro Verde e Adução Mértola Noroeste, representam intervenções de fundo para melhorar o abastecimento de água às populações nesta zona do território historicamente afetada pela falta de água.

Estão ainda em curso a empreitada de Expansão em Almodôvar – Mértola Sudoeste (Eixos Secundários), com conclusão prevista para o primeiro semestre de 2022, que permitirá abranger mais quatro aglomerados dos concelhos de Almodôvar e Mértola, e a empreitada de conceção/ construção da ampliação ETA do Enxoé, que passará, até final de 2023, a
produzir 518 m 3 /h de água potável.

O investimento realizado até ao momento no Sistema de Abastecimento de Água do Monte da Rocha, que abrange os concelhos de Almodôvar, Castro Verde e Ourique e parcialmente Mértola e Odemira, e no Sistema de Abastecimento de Água do Guadiana Sul, que serve concelhos de Serpa, Moura, Barrancos e grande parte de Mértola, ultrapassa os 51 milhões de euros, com o apoio do Programa Operacional Valorização do Território e do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos.

Agenda

Rota das Tascas regressa a Grândola

Arranca a 4 de junho com petiscos à mesa e muita animação musical.

Publicado

em

Rota das Tabernas

Começa a 4 de junho com petiscos à mesa e muita animação musical

A 26ª edição da iniciativa, interrompida nos últimos dois anos devido às restrições impostas pela pandemia da Covid 19, vai decorrer aos fins de semana de 4 a 25 de junho, em cinco tabernas do nosso concelho.

O evento promovido pelo Município de Grândola tem início no dia 4, na Casa Mostra de Produtos Endógenos, onde serão servidos coelho à São Silvestre, cogumelos com Vinho do Porto, salada de polvo, miolos com carne de vinha d’alhos e uma açorda surpresa.

No dia 9, a Rota segue para a Aldeia Mineira do Lousal.

O Café da Mina apresenta duas sugestões de pão torrado: com tomate e orégãos ou com manteiga e alho; cogumelos salteados com alecrim, queijos e enchidos, linguiça assada, pastéis de bacalhau, e cachola de borrego.

No dia 10, é a vez de A Venda, na Silha do Pascoal, receber o evento.

Em cima da mesa vão estar cachola de porco, açorda de beldroegas e javali.

No dia 11 de junho, a Taberna dos Mosqueirões volta a abrir as suas portas para mais uma noite de convívio à mesa.

Torresmos do rissol, bacalhau assado com pimentos, carne de porco com grão e frango em molho são as sugestões desta taberna.

O Café Ruas, em Azinheira dos Barros, é a taberna anfitriã no dia 18.

Da ementa fazem parte: orelha de coentrada, torresmos do rissol, salada de polvo, choco frito e carne de porco com miolos fingidos.

A Rota das Tabernas termina no dia 25 de junho nas Sobreiras Altas. Aderente do evento nas últimas edições, A Taberna apresenta na sua ementa: torresmos, carnes de coentrada, sopa de cação e galinha acerejada com migas de batata.

Continuar a ler

Crime

ASAE apreende mais de 7 mil artigos contrafeitos

Operação decorreu em Portalegre

Publicado

em

ASAE desmantela unidades ilegais de venda e transformação de produtos contrafeitos

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica, no âmbito de uma longa investigação criminal, realizada através da Unidade Regional do Sul – Unidade Operacional de Évora, com o intuito da proteção dos direitos do consumidor e de desmantelar circuitos de economia paralela e de introdução no mercado nacional e internacional de produtos contrafeitos procedeu, no distrito de Portalegre, ao cumprimento de 4 mandados de busca domiciliários e a 12 mandados de busca não domiciliários.

Da ação resultou a apreensão de mais de 7.300 artigos contrafeitos, 2 telemóveis, um equipamento informático, 4 ring light’s e diversos equipamentos de luminosidade e de estúdio utilizados para os diretos efetuados nas redes sociais, para a comercialização dos artigos contrafeitos, tudo num valor aproximado de € 135.000,00 (cento e trinta e cinco mil Euros).

Foi ainda apreendida uma elevada quantidade de etiquetas, chapas metálicas e apliques, as quais eram utilizadas para transformação dos artigos em réplicas dos produtos comercializados por marcas de grande prestígio.

Os suspeitos, através de páginas nas redes sociais, publicitavam e, posteriormente, remetiam para vários locais de Portugal Continental, Regiões Autónomas e também para o estrangeiro, os artigos falsificados, através de transportadoras nacionais e internacionais com recurso a meios de pagamento digitais.

Foram constituídos como arguidos 9 indivíduos, os quais possuem histórico reincidente na prática dos ilícitos criminais em investigação, tendo sido todos sujeitos à medida de coação de TIR (Termo de Identidade e Residência).

A operação contou com o apoio do Grupo de Intervenção de Ordem Pública da Guarda Nacional Republicana (GNR).

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!