Siga-nos

Artes

A história de Vila Nova de Milfontes em livro

A edição é da responsabilidade do Município de Odemira, sendo o evento inserido no programa das comemorações “Abril em Odemira”

Avatar

Publicado

em

“Vila Nova de Milfontes – História” é o título da obra do historiador António Martins Quaresma, que vai ser apresentada ao público no próximo dia 13 de abril, pelas 15.30 horas, no Colégio Nossa Senhora da Graça, em Vila Nova de Milfontes.

A apresentação da obra estará a cargo de José António Falcão, historiador de arte e diretor-geral do Festival Terras Sem Sombra, com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Odemira, José Alberto Guerreiro.

António Martins Quaresma nasceu em Vila Nova de Milfontes, onde reside. Tem realizado investigação em História, matéria em que possui o grau académico de Doutor. A continuidade sistemática dos seus estudos, com particular incidência sobre o  Alentejo Litoral, traduziu-se na edição de vários títulos, entre livros, capítulos de livros e outras publicações. Tem-se empenhado, ainda, na difusão de temas da cultura local, bem como na divulgação e na defesa do património cultural.

A obra aprofunda a história de Vila Nova de Milfontes, nas dimensões municipal, senhorial-comendatária, portuária e castrense – ligadas, respetivamente, à autonomia concelhia, à comenda da Ordem de Santiago, ao porto pesqueiro e comercial e à organização militar centrada no forte de S. Clemente. Enquanto vila autónoma, Vila Nova de Milfontes foi fundada, em 1 de setembro de 1486, pelo rei D. João II. Numa história mais recente, já em pleno século XX, a vila ganha a dimensão turística.

Artes

Simpósio de escultura de pedra em grândola de 16 a 30 deste mês

No decurso do simpósio o público terá oportunidade de acompanhar o processo de criação das esculturas e os escultores promoverão acções de informação e sensibilização sobre escultura, dirigidas aos alunos dos estabelecimentos de ensino e ao público em geral.

TDS noticias

Publicado

em

A arte, o objecto artístico, a escultura materializa no plano simbólico ideias, valores, memórias, e identidades sociais e culturais.

A intervenção artística no espaço público, a escultura e a sua relação com as particularidades do local que a acolhe constituem um referencial da paisagem urbana, indissociável das dimensões social, cultural, identitária e da sua vivência e apropriação significante pela população.

Participam os artistas Jorge Pé-Curto, Paulo Neves e Vitor Ribeiro.

Na sequência da organização, em Maio de 2018, de uma Exposição Colectiva de Escultura em Grândola, a Câmara Municipal decidiu organizar, um Simpósio de Escultura em Pedra, que irá decorrer entre os dias 16 e 30 de Setembro, com a participação de três reconhecidos escultores portugueses que, em espaço aberto ao público, irão criar três esculturas de pedra a instalar em Grândola, no Carvalhal e em Melides que contribuirão para valorizar os espaços públicos do ponto de vista artístico, estético, identitário e patrimonial.

A realização do simpósio em espaço aberto – exterior do Complexo Desportivo Municipal José Afonso – e as actividades complementares, contribuirão para despertar o interesse da comunidade pela arte, motivar os mais jovens para a criatividade artística e constituem, sem dúvida, um importante projecto cultural, inédito na política cultural do Município de Grândola, demonstrativo da importância do investimento na cultura e nas artes como factor de desenvolvimento com impacto social, cultural, patrimonial e turístico.

 

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Setembro 2019
S T Q Q S S D
« Ago    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul - Web Development by IDEIAS FRESCAS https://ideiasfrescas.com