Últimas:
A COVID-19 em Baleizão – uma “aldeia fantasma” – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Notícia TDS

A COVID-19 em Baleizão – uma “aldeia fantasma”

Uma aldeia que ficou marcada pela história de Catarina Eufémia, hoje está deserta, devido a um surto de COVID-19

Publicado

em

Reportagem TDS

“Estão confirmados 23 casos de COVID-19 e podem aumentar com a testagem.”

Situada perto da cidade de Beja, a aldeia de Baleizão, encontra-se completamente vazia.

Com uma população de 902 habitantes, segundo Censos de 2011, a COVID-19 veio deixar em casa mais de 100 pessoas de uma vez só.

Fonte: Google Maps

O primeiro caso foi detetado numa creche, com uma criança infectada. Só com isso, foram para casa mais de 40 pessoas.

Depois, dois estabelecimentos comerciais encontraram casos positivos e, por isso, tiveram de encerrar e levar os trabalhadores a ficar em isolamento profilático.

Segundo Maria João Brissos, secretária da Junta de Freguesia, afirma que “não recebe dados oficias, mas graças às pessoas, que desde já agradecemos, podemos dizer que são 23 casos positivos.”

Segundo a mesma, a maioria dos casos são de pessoas jovens e que têm “sintomas ligeiros”. Mas este número poderá vir a aumentar.

Não usa as palavras do Presidente da Junta, mas confirma que é “estranho não haver movimento”, uma vez que consegue ser uma aldeia bastante movimentada. No entanto, também fica feliz com isso, uma vez que “as pessoas estão a cumprir o isolamento”.

Os únicos estabelecimentos que estão abertos são duas mercearias “porque a aldeia precisa de subsistir”, a farmácia, que é onde se vê mais pessoas na rua para irem buscar os medicamentos do dia a dia, e um café,  que “não tem casos para encerrar”.

O que também sente, e bem, esta falta de pessoas na rua são os comerciantes ambulantes que não encontram quase ninguém para vender os seus produtos. Porém, há quem vá buscar alimentos essenciais, como pão, ao padeiro que passa na sua carrinha.

Durante os próximos dias, serão revelados mais resultados de testes de COVID-19, que podem levar os números de casos positivos a subir.

Educação

Estudantes da Univ. de Évora fazem ‘muro das lamentações’

Está patente na entrada de um dos edifícios da UÉ

Publicado

em

Universidade de Évora

‘Muro das lamentações’

Os alunos da Universidade de Évora criaram o ‘muro das lamentações’ .

Escritas em papel e colocadas com uma mola numa espécie de estendal podem ler- se as principais reivindicações dos estudantes universitários.

‘Aquecimento excessivo na biblioteca, falta de gelo no complexo desportivo, salas pequenas para cursos grandes’, são apenas algumas das queixas apresentadas.

 

Continuar a ler

Notícia TDS

Surto de Covid 19 no Hospital de Évora.

Hospital já suspendeu as visitas a doentes.

Publicado

em

Covid 19

“Hospital de Évora regista surto”

Um surto de Covid-19 nos serviços de Medicina 1 e Medicina 2 regista-se entre utentes e funcionários.

A maioria dos infectados são utentes.

A TDS sabe que existem pelo menos 13 pessoas internadas no Hospital com a doença.

No distrito de Évora existem vários surtos e no concelho existe pelo menos um surto num lar de idosos.

Devido ao aumento de casos registados na unidade hospitalar o Hospital decidiu encerrar as visitas até ao próximo dia 18 de abril. ( Veja AQUI )

O Departamento de Informação e Comunicação do Hospital contactado pela TDS rejeitou a existência de um surto.

 

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!