Siga-nos

Sociedade

91% dos portugueses é a favor da proibição dos sacos de plástico

O trabalho de campo deste estudo foi desenvolvido pela Marktest e medirá, trimestralmente, os hábitos e atitudes dos portugueses no que diz respeito à separação de resíduos. 

TDS noticias

Publicado

em

A larga maioria dos portugueses considera que os sacos de plástico ultraleves, usados principalmente em superfícies comerciais para a colocação de frutas e vegetais, devem ser proibidos (91%).

Até mesmo quem não tem o hábito de reciclar concorda com esta proibição (85%), não havendo uma grande discrepância de opiniões quando se segmenta o grupo por género, geração ou classe social.

Estas são algumas das conclusões do segundo semestre do 1º Observatório Permanente de Tendências de Reciclagem, uma iniciativa promovida pela Novo Verde, entidade gestora de resíduos, responsável pela recolha, valorização e reciclagem de embalagens.

Com a problemática do plástico em destaque, os inquiridos continuam a mostrar uma elevada intenção de devolver embalagens de bebidas não reutilizáveis, apesar de neste trimestre o valor ter sido mais baixo do que no anterior (89 pontos, em comparação com os 90 de janeiro).

Os indivíduos com maior consciência ecológica são quem revela maior intenção de concretizar esta devolução, seguindo-se a Geração Y (22-36 anos), que neste trimestre ultrapassa a Geração X (37-57 anos) neste aspeto.

 

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Sociedade

PAN pede às autoridades para terem ‘especial atenção’ a Barrancos e Monsaraz. Partido ‘esqueceu-se’ que morte do touro é legal.

Barrancos abriu o caminho a Monsaraz, que conseguiu que o ritual dos touros de morte – realizado de forma ilegal, segundo a autarquia desde 1929, fosse também reconhecido como uma tradição em 2014.

TDS noticias

Publicado

em

A duas semanas das tradicionais festas de Barrancos, conhecidas pelos touros de morte, o  PAN pede para que as «autoridades competentes» realizem «um maior reforço na fiscalização destes eventos para que não se permita qualquer violação à lei».

PAN ‘esquece’ legalidade da morte do touro em Barrancos e Monsaraz

Quem o afirmou foi Inês de Sousa Real, deputada municipal em Lisboa do partido que sempre se pronunciou contra as touradas, em declarações ao jornal Sol.

O apelo do PAN estende-se também às festas de Nosso Senhor Jesus dos Passos em Monsaraz, a outra localidade alentejana, para além de Barrancos, em que é autorizada a matança do touro numa arena em Portugal.

Esta exceção foi concedida em 2014 às celebrações de Reguengos de Monsaraz, que decorrem, geralmente, no segundo fim de semana de setembro.

Continuar a ler
Publicidade

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

OUTRAS NOTÍCIAS

Categorias

Comentários

ARQUIVO

CALENDÀRIO

Agosto 2019
S T Q Q S S D
« Jul    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031  

Top

Copyright © 2019 TDS - Rádio e Televisão do Sul