Siga-nos

Justiça

81 pessoas detidas por desobediência

Foram encerrados 1.565 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

A Guarda Nacional Republicana e a Polícia de Segurança Pública têm vindo a desenvolver uma intensa atividade de sensibilização, vigilância e fiscalização junto da população.

Assim, até às 18h00 de hoje, foram detidas 81 pessoas por crime de desobediência, designadamente por violação da obrigação de confinamento obrigatório e por outras situações de desobediência ou resistência.

No mesmo período, foram encerrados 1.565 estabelecimentos por incumprimento das normas estabelecidas.

O Ministério da Administração Interna, perante a imperiosa necessidade de todos contribuírem para conter o contágio da COVID-19, insiste no cumprimento rigoroso das medidas impostas pelo Estado de Emergência.

Continuar a ler
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um comentário

avatar
700

Justiça

Militar que atropelou mortalmente ciclista em Beja fica em liberdade.

Acusação deverá recorrer da sentença. Familiares da vítima mortal ‘exigem’ pena efectiva.

Rádio e Televisão do Sul | TDS

Publicado

em

Militar atropelou mortalmente ciclista em Beja com pena suspensa de quatro anos de prisão.

“Militar da Força Aérea Portuguesa está agora na Base Aérea do Montijo”

O Tribunal de Beja condenou hoje a quatro anos de prisão com pena suspensa, por homicídio por negligência grosseira e omissão de auxílio, o militar alcoolizado que atropelou mortalmente um ciclista na estrada que dá acesso à própria Base.

Na sessão de leitura de sentença, que decorreu esta tarde, o juiz condenou o arguido, o primeiro-sargento da Força Aérea Portuguesa (FAP) Filipe Alves, a três anos e seis meses de prisão por homicídio por negligência grosseira e a um ano e quatro meses de prisão por omissão de auxílio à vítima, perfazendo um cúmulo jurídico de quatro anos.

O militar terá ainda de pagar, durante um ano, mil euros ao Centro de Reabilitação de Alcoitão.

Como pena acessória, o tribunal determinou ainda dois anos de inibição de conduzir para Filipe Alves, que terá de entregar a carta de condução no prazo de 10 dias após o trânsito em julgado da sentença.

Os familiares da vítima, Jorge Martinho, que morreu atropelado contestaram a sentença, no final do julgamento, e deverão recorrer da mesma.

Continuar a ler

Copyright © 2020 TDS - Rádio e Televisão do Sul | redação: info@televisaodosul.pt 266702926 |Comercial: dialogohabil@gmail.com Publicidade site | rádio: 917278022

error: Content is protected !!