Siga-nos

Crime

4 detidos em fraude de 5 milhões em Beja, Évora, Setúbal e outros 6 distritos

Na operação participaram 116 militares da GNR, que contaram com a colaboração de 39 elementos da Autoridade Tributária.

Avatar

Publicado

em

Quatro pessoas foram detidas por crimes de fraude fiscal no valor de cinco milhões de euros, na sequência da operação “Ouro Verde”, durante a qual foram feitas buscas em nove distritos do país, anunciou a GNR.

Em comunicado, a força de segurança adiantou que a Unidade de Ação Fiscal, através do Destacamento de Ação Fiscal de Faro, realizou buscas na terça-feira em nove distritos – Faro, Beja, Évora, Setúbal, Santarém, Leiria, Coimbra, Viseu e Porto – no âmbito de uma investigação de fraude fiscal, que levou à detenção de três homens e uma mulher.

“Durante mais de um ano foi investigado um grupo de indivíduos que, através da criação sucessiva de empresas de prestação de serviços de exploração florestal em nome de ‘testas de ferro’ e falsas declarações tributárias, logrou obter lucros, por falta de pagamento dos impostos devidos, em sede Imposto sobre o Valor Acrescentado e de Impostos Sobre os Rendimentos, que se estimam de montante superior a cinco milhões de euros, num esquema que durava há vários anos”, explica a GNR.

No comunicado, a GNR indica que as “diligências de investigação culminaram no cumprimento de quatro mandados de detenção, bem como 34 mandados de buscas, 15 domiciliárias e 19 não domiciliárias”. Durante a operação, a GNR apreendeu 28 viaturas, 15.200 litros de combustível (gasóleo colorido), 6.890 euros em numerário, 15 carimbos identificativos de diversas empresas, diversa documentação contabilística e bancária, 19 telemóveis, oito computadores e dois discos rígidos.

A GNR apreendeu ainda quatro cartões de crédito, uma arma de fogo, 53 doses de canábis e 18 doses de haxixe.

Crime

Detido por violência doméstica no Gavião

Os militares apuraram que o homem é suspeito de agredir a sua esposa, uma mulher de 48 anos, tendo sido dado cumprimento a um mandado de detenção.

TDS noticias

Publicado

em

O Comando Territorial de Portalegre, através do Núcleo Investigação e Apoio a Vítimas Especificas (NIAVE), no dia 17 de junho, deteve um homem de 60 anos, pelo crime de violência doméstica, no concelho de Gavião.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares apuraram que o homem é suspeito de agredir a sua esposa, uma mulher de 48 anos, tendo sido dado cumprimento a um mandado de detenção.

O detido foi presente ao Tribunal Judicial de Ponte de Sor, ontem, dia 18 de junho, onde lhe foram aplicadas as medidas de coação de não permanência na residência da ofendida ou noutra em que esta venha a residir; proibição de contactar a vítima por qualquer meio; não frequentar os locais por esta frequentados; não adquirir e não usar armas; e sujeitar-se a frequência de programa para arguido em crimes no contexto da violência domestica, com tratamento da dependência alcoólica.

 

Continuar a ler

Top

TDS Peça Orçamento