Últimas:
Semana do choco frito em mais de 60 restaurantes. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Gastronomia

Semana do choco frito em mais de 60 restaurantes.

A Semana do Choco, com a participação de 64 restaurantes, insere-se na marca municipal Setúbal Terra de Peixe, que, anualmente, inclui um conjunto de iniciativas com o objetivo de valorizar a restauração e a gastronomia regional.

Publicado

em

Semana do Choco em Setúbal

 ” 4 e 13 deste mês “

O choco está em destaque até ao dia 13 em mais de sessenta restaurantes numa semana gastronómica que inclui ainda uma ação de promoção em Cascais, um passeio pedestre e uma degustação comentada.

O certame, organizado pela Câmara Municipal de Setúbal, com os apoios da Docapesca, Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, Quinta de Catralvos e Cascais FoodLab, inclui um passeio pedestre pelo Estuário do Sado no último dia, 13 de março, às 09h30.

“O choco e o Estuário do Sado”, com a duração de duas horas e meia, convida os participantes a conhecerem pormenores relacionados com o segundo maior estuário nacional e um dos maiores da Europa e a deixarem fascinar-se pela biologia e história de vida do choco.

Para as 17h15 está agendada a iniciativa “Encontros Prováveis”, que contempla uma visita guiada ao Forte de Albarquel seguida de uma degustação comentada conduzida pelos chefs João Mestre, da Cascais FoodLab, e Mauro Loureiro, da Escola de Hotelaria e Turismo de Setúbal, acompanhada de vinhos da Quinta de Catralvos. 

A participação nos eventos é gratuita, mediante inscrição prévia, limitada, até dia 9 de março, no endereço de correio eletrónico gape@mun-setubal.pt. 

A Semana do Choco tem início no dia 4 com uma ação de promoção no espaço do Cascais FoodLab no Mercado da Vila, em Cascais, que inclui uma aula de culinária ao vivo conduzida pelo chef Mauro Loureiro seguida de degustação.

A Semana do Choco, com a participação de 64 restaurantes, insere-se na marca municipal Setúbal Terra de Peixe, que, anualmente, inclui um conjunto de iniciativas com o objetivo de valorizar a restauração e a gastronomia regional.

490 Taberna STB, A Barreira, A Casa do Peixe, A Vela Branca, Adearroz, Adega do Zé, Adega dos Garrafões, Adega Leo do Petisco, Água Salgada, Alface Filha, Antóniu’s, Bombordo, Cais 56, Calhabem, Casa de Pasto O Orlando, Casa Lagarto, Casa Morena, Churrasquinho do Sado, Copa D’Ouro, Estrela do Sado, Ferribote, Flórida e Mar Azul são alguns dos espaços aderentes.

Da lista fazem ainda parte Restaurante Martroia, Nova Taberna O Pescador, Novo 10, Novo Capote, O Alface, O Anzol, O Batareo, O Convés, O Douradinho, O Jacques, O Pescador II, O Petisco, O Praxedes, O Quintal, O Ramila, O Saveiro, O Tavira, Oficina do Peixe, Parreirinha do Sado, Pátio dos Golfinhos, Peixe no Largo, Peixoco, Petisqueira do Manel, Pinga Amor 2, Pizzaria Veneza e Restaurante O Novo Lídia.

Restaurante Ó Manel, O Migas, Restaurante O Sonho, Xtoria, Restaurante O Velho Lídia, Restinguinha, Sab’amar, Sem Horas, Solar do Marquês, Tasca da Avenida, Tasca do Choco, Tasca do Toninho, Tasca do Xico da Cana, Tasca Kefish e Verde e Branco completam o rol de 64 restaurantes participantes.

Gastronomia

Festa do Arroz em Ponte de Sor

A 9ª edição decorre já no próximo sábado.

Publicado

em

Festa do Arroz de regresso ao Centro de Artes e Cultura de Ponte de Sor

No próximo sábado, dia 21 de maio, a Festa do Arroz está de volta ao Centro de Artes e Cultura, para a sua 9ª edição.

Com um programa cultural diverso, onde se destaca a cozinha, doçaria, história, pintura e atuações musicais que prometem proporcionar momentos intensos a quem visitar Ponte de Sor neste dia.

O evento inicia-se às 15h00 com uma sessão de cozinha ao vivo pela sobejamente conhecida Tia Cátia, seguindo-se o tão desejado Concurso de Arroz-Doce! Este concurso é uma iniciativa destinada à celebração do arroz enquanto elemento de identidade local.

Esta iguaria faz parte da doçaria tradicional portuguesa e é apreciada em todas as regiões de Portugal, ainda que apresente pequenas variações regionais. O Concurso Arroz-Doce visa premiar as melhores receitas deste doce, com prémios para os três melhores participantes, nas modalidades “tradicional” e “inovador”.

Outro dos momentos altos da Festa do Arroz é a inauguração do Museu Municipal de Ponte de Sor e do Mural de pintura de Guga Liuzzi.

Para fechar com chave de ouro o evento, está marcado para as 18h00 um espetáculo cultural e musical com Vitorino, Monda, Ensemble Ibérico e Vozes do Montado.

Continuar a ler

Agenda

Obesidade agravou com a pandemia. Reguengos quer ajudar na reeducação alimentar

Workshops gratuitos sobre reeducação alimentar começam hoje em Reguengos de Monsaraz

Publicado

em

A obesidade e o excesso de peso têm dimensão de epidemia nos países europeus e o cenário piorou com a pandemia. Os dados foram revelados pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e dão conta que a obesidade atinge 23,3% da população na Europa, a segunda taxa mais alta do mundo, a seguir às Américas.

O Município de Reguengos de Monsaraz está focado no problema e começa hoje a fazer workshops sobre reeducação alimentar e saúde psicológica em todas as localidades do concelho.

As sessões são gratuitas e abertas à população a partir dos 55 anos de idade, em grupos com o mínimo de quatro participantes, devendo cada pessoa efetuar a inscrição até dois dias antes do workshop na junta de freguesia da área de residência.

Os workshops intitulam-se “Rótulos dos Alimentos – como interpretar e mudar comportamentos” e são dinamizados pela nutricionista Anabela Gaspar e pelo psicólogo Rui Paixão. 

Os primeiros workshops começaram hoje na antiga junta de freguesia de São Marcos do Campo e na Sociedade Recreativa Campinhense, no Campinho. 

No dia 16 de maio haverá sessões às 9.30 na Sociedade União e Progresso Aldematense, em S. Pedro do Corval, e pelas 11 horas na antiga escola primária de Motrinos.

Este ciclo de workshops continua no dia 18 de maio, às 9.30, no pavilhão gimnodesportivo de Reguengos de Monsaraz, seguindo-se pelas 11 horas no Centro Cultural Caridadense 1.º de Maio, na Caridade. No dia seguinte realizam-se sessões às 9.30 no Centro Cultural Cumeadense, na Cumeada, e pelas 11 horas na Sociedade União Perolivense, nas Perolivas.

No dia 23 de maio os workshops “Rótulos dos Alimentos – como interpretar e mudar comportamentos” decorrem às 9.30 na Casa do Cante, no Telheiro, e a partir das 11 horas na Igreja de Santiago, em Monsaraz. O Centro de Convívio da Barrada recebe a sessão no dia 26 de maio pelas 9.30, seguindo-se pelas 11 horas no Centro Cultural do Outeiro.

Os últimos workshops realizam-se no dia 27 de maio às 9.30 horas na Sociedade de Santo António do Baldio e às 11 horas na Sociedade de Carrapatelo.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!