Últimas:
Concertos de Natal em Comporta e Alcácer – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Agenda

Concertos de Natal em Comporta e Alcácer

Concerto de Natal

Publicado

em

Agenda

Teatro e música nas “Noites na Fonte” em Águas de Moura

A 9 e 10 de setembro, as melhores noites são passadas junto à Fonte Centenária

Publicado

em

Teatro e música

 “Noites na Fonte” em Águas de Moura

A 9 e 10 de setembro, as melhores noites são passadas junto à Fonte Centenária de Águas de Moura, em mais uma edição das “Noites na Fonte”.

Teatro, com os espetáculos “Garreia Caramela”, pelo Teatro Sem Dono, e “Ti Miséria”, pelo Teatro O Bando, e música, com os concertos da Orquestra de Guitarras da Sociedade de Instrução Musical de Quinta do Anjo e da banda Paper Hearts, são as propostas para animar as noites de verão em Águas de Moura, com entrada gratuita.

As “Noites na Fonte” são organizadas pela Câmara Municipal de Palmela com a União das Freguesias de Poceirão e Marateca e o Movimento Associativo local. Mais informações: 935 321 218.

Programa

9 setembro

21h30

Garreia Caramela – Teatro de Robertos

Pela Associação Teatro Sem Dono

Destinatários: M/3

22h30

Concerto com a Orquestra de Guitarras da Sociedade de Instrução Musical de Quinta do Anjo

10 setembro 

21h30

Ti Miséria

Pelo Teatro O Bando

Sinopse: «Ela amassa o tempo da mesma forma que amassa os seus bolos, os seus bolinhos. Paula Só interpreta esta personagem extraordinária, que nasceu em 1986, no espetáculo “Nós de Um Segredo” (conto tradicional galego), mas não tem 36 anos…tem 120. A Ti Miséria queixava-se que lhe subiam à nogueira e lhe roubavam as nozes, o seu único tesouro, mas um dia descobriu uma maneira de isso não voltar a acontecer. Descobriu também uma maneira de enganar a morte e, por isso, continua a aquecer o forno e a cozinhar os seus bolos, porque ela nunca a virá buscar. Ti Miséria valeu a Paula Só o prémio de melhor interpretação, atribuído pela Associação Portuguesa de Críticos de Teatro, e encontra-se agora novamente em itinerância.

Criação: Teatro O Bando

Com: Paula Só

Destinatários: M/6

22h30 Concerto com Paper Hearts

Continuar a ler

Agenda

Mostra Int. de Folclore de Montemor o Novo.(entrevista)

Entrevista de Sónia Soares a Olímpio Galvão, presidente da C.M. de Montemor o Novo

Publicado

em

Montemor o Novo…já a decorrer

Mostra Internacional de Folclore

A Mostra Internacional de Folclore de Montemor-o-Novo 2022 está a decorrer mas neste fim de semana é que vai ter o seu ponto alto.

O seu início foi no passado dia 9 e decorre até dia 13, próximo domingo.

Montemor o Novo volta a trazer o mundo ao Alentejo.

Veja a entrevista de Sónia Soares ao presidente da autarquia.

Continuar a ler

Agenda

Festa de São Romão com os seus banhos típicos estão de regresso

Vai ser assim, às 11h00 dos dias 6 e 7 (sábado e domingo)

Publicado

em

Está de regresso, de 5 a 7 de agosto, na Costa de Santo André

A festa que recria o único dia no ano em que as gentes do interior do Concelho de Santiago do Cacém iam à praia, no final de longas temporadas de jornadas agrícolas, volta a acontecer este fim de semana.

Recuando até meados do Séc. XX, a Festa de São Romão tem uma vez mais como ponto alto a recriação de uma tradição que nos faz recuar até às vestes da época, aos farnéis preparados de madrugada, ao cortejo até à praia e à partilha com todos aqueles que por ali estivessem.

Naquele tempo era assim.

E claro, tudo culminava com senhoras e cavalheiros de saias e calças arregaçadas, respetivamente, porque os pudores da época não permitiam mais.

Vai ser assim, às 11h00 dos dias 6 e 7 (sábado e domingo), com a recriação a cargo do Grupo de Dança Típica da Queimada (Valinho da Estrada, Melides), do Rancho Folclórico Ninho de uma Aldeia (São Bartolomeu da Serra) e do Grupo de Trajes e Tradições da Lagoa de Santo André, num cortejo que deverá envolver cerca de 60 pessoas.
Mas há muito mais ao longo do fim de semana, com as portas do recinto da festa (tenda multiusos, na Costa de Santo André) a abrirem logo na sexta-feira (dia 5) às 18h00 e com um programa intenso ao longo dos três dias.
O “menu” inclui música tradicional alentejana, cantares regionais, cante alentejano, folclore e os sempre tão aguardados bailes, sem esquecer os comes e bebes, quermesse, ou a sempre tão frequentada exposição e venda de artesanato, frutas e doçarias da região.
A organização está a cargo da Junta de Freguesia de Santo André e conta com o apoio da Câmara Municipal de Santiago do Cacém. Nota de realce para a aposta em melhorias no recinto da festa, tais como uma nova pista de dança (e relocalização do palco) e em condições renovadas para todos aqueles que irão trabalhar na área dos comes e bebes ao longo do fim de semana.

Continuar a ler

ÚLTIMAS

Facebook

x
error: O conteúdo está protegido!!