Últimas:
Évora vai ter um projeto que transforma cascas do lixo em solidariedade. – TDS Radio e Televisão do Sul
Siga-nos

Sociedade

Évora vai ter um projeto que transforma cascas do lixo em solidariedade.

Projeto arranca a 17 de novembro.

Publicado

em

No distrito de Évora existe um novo projeto inovador

“Transformar cascas do lixo em solidariedade”

O projeto da Gesamb de cidadania solidária, ativa e ambiental promete revolucionar a forma como as populações locais dos 12 municípios de Évora podem ser agentes ativos de mudança para um futuro sustentável e mais solidário.

Com a Missão Cascas Solidárias já é possível transformar as cascas do lixo orgânico em ações concretas. Como? Transformando o desvio de resíduos urbanos biodegradáveis (RUB) de aterro em benefício económico de valor a determinar e a ser entregue a IPSS locais.

A 17 de novembro arranca oficialmente a Missão Cascas Solidárias, com uma campanha porta-a-porta.

Ser solidário vai passar a ser ridiculamente fácil

Este é um dos lemas do novo projeto intitulado Missão Cascas Solidárias, desenvolvido pela Gesamb em parceria com 12 municípios do distrito de Évora

A ideia principal é fomentar o espírito de comunidade e entreajuda, com vista à promoção de uma sociedade mais igualitária e sustentável.

Este projeto pioneiro na região tem no seu âmago incentivar as populações locais e organizações a adotarem hábitos de reciclagem do lixo orgânico que produzem, ao mesmo tempo, que contribuem para ajudar localmente quem mais precisa. Tudo passa pela reciclagem das cascas das frutas, legumes, talos, folhas (excluindo proteína animal e óleos alimentares).

Ao fazê-lo, todos os habitantes do distrito de Évora, sem exceção, estão a contribuir para angariar apoios para ajudar crianças e adultos com deficiência e necessidades especiais.

O processo é simples: à quantidade de resíduos orgânicos que os cidadãos vão passar a separar e a depositar – nos equipamentos domésticos e comunitários distribuídos e instalados no distrito de Évora, no âmbito deste projeto – será atribuído um valor que, posteriormente, irá ser convertido em apoio monetário às Instituições Públicas de Solidariedade Social (IPSS) com presença local e/ou regional.

Estas IPSS deverão ter como principal foco da sua atuação, a prestação de cuidados a pessoas com deficiência. Nesta fase, as três IPSS que foram sorteadas são a ASCTE – Associação Sociocultural Terapêutica de Évora; a CerciEstremoz – Cooperativa para a Educação e Reabilitação de Cidadãos Inadaptados e a CerciMor – Cooperativa para a Educação, Reabilitação, Capacitação e Inclusão de Montemor-o-Novo, CRL).

De ressalvar que o valor monetário entregue às IPSS locais será calculado em função da quantidade de resíduos orgânicos desviados de aterro e em função do número de equipamentos domésticos e comunitários entregues.

A equação é simples: quanto mais pessoas aderirem à prática da compostagem, mais significativo será o apoio prestado às instituições selecionadas.

A Missão Cascas Solidárias arranca oficial e publicamente a 17 de novembro com uma ação porta a porta realizada por um técnico que irá informar, sensibilizar e oferecer compositores domésticos à população que desejar aderir.

Ao longo dos próximos meses, nos 12 municípios da área de intervenção da Gesamb, serão instaladas 28 infraestruturas dedicadas (compostores comunitários) e distribuídos 4500 equipamentos domésticos junto das populações (compostores domésticos).

Este projeto estará ‘na rua’ até agosto de 2022 e, durante este período, pretende-se arreigar hábitos de reciclagem de cascas e sobras de alimentos provenientes do lixo orgânico, criar novos hábitos de consumo, continuar a fomentar a consciência ambiental e motivar os habitantes abrangidos pela Missão Cascas Solidárias na adoção de comportamentos proativas de cariz inclusivo e social com implicação direta na comunidade onde vive.

Acidentes

Despiste em Santa Vitória, Beja.

Acidente aconteceu já esta sexta-feira

Publicado

em

Despiste em Santa Vitória

Viatura despista se

O despiste de uma viatura em beja aconteceu esta noite em Santa Vitória cerca das 00h39.

No local estão 7 operacionais apoiados por 3 viaturas.

Ainda não existem dados sobre o estado do condutor.

Continuar a ler

Sociedade

Praça de Touros de Estremoz volta a abrir portas.

Desta vez vai ter lugar uma novilhada.

Publicado

em

Praça de touros reabre

Em Estremoz

Depois do êxito alcançado no passado dia 30 de Abril, por ocasião da Corrida de Touros que fez parte integrante do programa da FIAPE – , está já a ser preparado o regresso da tauromaquia ao tauródromo da cidade branca.

No próximo dia 9 de Julho, sábado, vai realizar-se na Praça de Touros de Estremoz, uma novilhada popular de oportunidade aos novos.

A dupla TTE / Toiros e Tauromaquia está a trabalhar na Corrida de Touros que fará parte do programa das tradicionais Festas de Setembro, as Festas da Exaltação da Santa Cruz.

No “segredo dos deuses” ainda estão os nomes que irão compor o cartel da corrida que terá lugar na Praça de Touros de Estremoz, na noite de 2 de Setembro, sexta-feira.

Aguarda se o cartel que deverá ser formado pelas  máximas figuras do toureio em Portugal.

Continuar a ler

x
error: O conteúdo está protegido!!