O surto foi despoletado a partir de um caso positivo, entre os funcionários dos estabelecimentos, pertencentes ao mesmo proprietário.

As 18 pessoas infetadas residem no concelho de Alcácer do Sal.

Temos um total de 18 casos positivos, 12 funcionários no primeiro restaurante, dois no segundo restaurante e ainda quatro familiares relacionados com este foco, mas ainda não temos todos os resultados”, disse a delegada de saúde de Alcácer do Sal, Tamara Prokopenko.

Na origem do surto “estão estabelecimentos localizados na freguesia do Carvalhal, concelho de Grândola, que envolvem pessoas que residem nas localidades de Possanco, Carrasqueira e Comporta, no concelho de Alcácer do Sal”, disse o presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Vítor Proença.

Para o autarca, “este surto tem origem num aumento exponencial de procura que as praias da Comporta, desde Troia até à costa de Santo André [concelho de Santiago do Cacém], têm tido este verão e que teve reflexos nos estabelecimentos, nos restaurantes, na rua e tantas e tantas vezes as pessoas não respeitarem as regras .